Planeamento de Refeições - Parte II

Apesar de ter recebido pedidos de alguns leitores para voltar a partilhar o meu planeamento de refeições, só agora o pude fazer. Honestamente, não organizava a semana há algum tempo. Primeiro as semanas estavam caóticas com a minha avó doente, depois faleceu e a minha vontade de cozinhar passou a ser 0. Cozinhava por obrigação, porque temos de comer. 
A semana passada dei por mim como uma 'barata tonta' e percebi que a vida tinha de voltar a entrar nos eixos. Eu, para funcionar, preciso de me organizar. Não saber o que vou cozinhar, o que tenho no congelador ou ter os legumes a estragar-se são pesadelos para mim. 

Coloquei mãos à obra e comecei por ver o que tinha no congelador, despensa e frigorífico. Lista das compras feita.
Encomendei as frutas e legumes ao Mercado dos Frescos, da Póvoa do Varzim e adorei o serviço. Tudo fresco, entregue em casa e bem acomodado. Mais uma tarefa adiantada. 
No fim de semana fiz as compras e a ementa semanal. No Domingo à noite deixei algumas coisas a descongelar.


Segunda de manha fui para a cozinha e comecei por lavar e preparar legumes. Lavei a alface, sequei-a muito bem e guardei numa caixa hermética, sempre pronta para fazer uma salada em poucos minutos.
Lavei tomates cereja, sequei-os e guardei também numa caixa.
Cortei a couve roxa numa juliana fina e guardei. As saladas ficaram assim adiantadas, depois é só juntar pepino, croutons e/ou pedaços de nozes, cubinhos de queijo feta, enfim o que nos apetecer no momento.

Lavei algumas batatas novas com a casca e coloquei-as a cozer. Entretanto preparei uma assadeira com cebola, alho e louro. Temperei uns mimos de pescada com sal e pimenta e coloquei na assadeira. Quando as batatas ficaram cozidas, escorri-as e, com a ajuda de um pano dei um murro em cada uma delas. Coloquei-as na assadeira com a pescada e reguei tudo com um fio de azeite. Seria o nosso jantar de segunda feira. (depois só preciso colocar no forno até tudo estar quente e antes de servir, polvilhar com coentros picados).

Preparei um tacho com cebola cortada em meias luas, alho picado e louro. Levei ao lume para preparar umas costeletas com cerveja (ver receita aqui). Enquanto as costeletas cozinhavam, preparei o puré para o acompanhamento. Arranjei meta da couve flor juntamente com duas batatas doces e cozi ao vapor. Enquanto coziam, separei a restante couve flor em floretes e triturei para fazer uma espécie de cuscus que será o acompanhamento de um entrecosto grelhado. Temperei ainda a tira de entrecosto com sal, pimenta, dentes de alho esmagados, folha de louro e vinho branco. Guardei tudo no frigorífico. 

Quando a couve flor e a batata doce ficaram cozidas, retirei do lume e esmaguei até virar puré. Temperei com um pouco de pimenta branca e noz moscada. Juntei uma noz de manteiga e envolvi tudo. Estava pronto o acompanhamento das costeletas com cerveja. 

Aqueci um tacho com azeite onde selei alguns pedaços de frango do campo. Acrescentei cebola, ervas aromáticas, cenoura em pedaços, sal, pimenta e reguei com vinho tinto. Deixei cozinhar lentamente. 

Temperei uns filetes de pescada com sal, pimenta, alhos picados e bastante sumo de limão. Coloquei no frigorífico, bem acondicionado. Gosto de os temperar com antecedência e deixar marinar de um dia para o outro.

Lavei morangos e cerejas, que depois de bem secos guardei em caixinhas no frigorífico. Limpei cogumelos e guardei-os de igual forma. 

Arranjei os brócolos e cenoura em cubos que cozi a vapor. Guardei numa caixa no frigorífico e estão prontos a saltear. 

Quando o frango ficou cozido, coloquei-o numa caixa hermética e guardei no frigorífico. Na hora de aquecer, volto a rectificar os temperos e acrescento alguns cogumelos laminados.
Fiz ainda um tacho de arroz que será o acompanhamento do frango e ainda dará para fazer uma salada fria com miolo de camarão, ovo cozidos, pedacinho de fiambre e o que houver mais pelo frigorífico. 

Julgo que não me esqueço de vos contar nada. Há fruta no frigorífico para toda a semana. A bebida de eleição é quase sempre água, mas por vezes preparo limonadas ou um ice tea caseiro. 
Não tenho feiro sopa (temos comido os legumes de outra forma) mas estou a pensar fazer um creme de espargos a meio da semana.

Espero que vos seja útil e prometo que vou tentar fazer este tipo de artigos com mais regularidade.
Já agora aproveito para vos perguntar como é que se organizam (se é que o fazem). Deixem as vossas dicas na caixa de comentários. Tenho a certeza que serão muito úteis a todos.