Já vos andava a dever a receita desta empada de frango desde antes das férias! Só para verem que eu não me esqueço mas, às vezes, algumas coisas colocam-se à frente na lista de prioridades. Mas, promessa cumprida, aqui está ela.
Eu fiz em ponto grande mas vocês podem fazer empadinhas pequeninas e podem até congelar. Se não quiserem ter trabalho a fazer a massa quebrada, podem usar de compra e até optar por massa folhada. Como vêm há imensas coisas diferentes que podem fazer tendo uma receita como base. E, na minha opinião, ter no congelador empadas prontas a cozinhar é uma enorme mais valia para os dias corridos da semana.


Ingredientes:
Para a massa:
- 200gr de farinha de trigo
- 100gr de manteiga
- 1 ovo
- 1 colher de chá de sal
- 2 colheres de sopa de água fria

Para o recheio:
- 1 peito de frango
- 1/4 chouriço de carne
- 2 cebola
- 2 dentes de alho
- 1 cenoura
- 1 folha de louro
- sal e pimenta q.b.
- azeite q.b.
- 1 colher de sopa de farinha
- 1/2 pimento vermelho
- água q.b.
- salsa picada q.b.
- 1 gema para pincelar


Preparação:
Comece por fazer a massa. Numa taça coloque a farinha e junte-lhe o sal. Misture bem e abra uma covinha no meio.
Adicione ao centro da farinha a manteiga em cubos, a água e o ovo.
Comece a amassar do centro para fora, com delicadeza e sem amassar demasiado. Quando tiver uma massa homogénea e a formar uma bola, pode parar de amassar, está pronta.
Forme um disco com a massa, embrulhe em película aderente e reserve no frigorífico.

Numa panela coloque o peito de frango, 1 cebola descascada e cortada em quatro, a cenoura cortada em pedaços, a folha de louro e cubra de água. Leve ao lume e tempere com sal. 
Quando o peito de frango estiver cozido retire da água e deixe arrefecer. Guarde a água da cozedura para usar como caldo.

Pique a outra cebola e os dentes de alho. Coloque numa panela com azeite e leve a refogar. 
Corte o pimento em cubos e adicione à cebola.
Corte o chouriço em cubos e adicione de seguida.
Desfie o frango, retire todos os ossos e gorduras e junte ao refogado mexendo para todos os sabores se envolverem. 
Tempere com pimenta preta e rectifique o tempero de sal.
Polvilhe com a colher de farinha e envolva bem.
Acrescente caldo da cozedura do frango, pouco a pouco, para a farinha cozer e engrossar o recheio e ficar bem cremoso. Termine com salsa picada e retire o recheio do lume.

Divida a massa em duas partes. Estique uma delas, sobre uma folha de papel vegetal, até formar um retângulo com, aproximadamente, 4mm de espessura. Transfira para um tabuleiro e coloque o recheio no meio. Espalhe mas deixe ficar uma margem com 1cm a toda a volta.
Estique a segunda parte da massa também num retângulo, com o qual consiga cobrir o recheio. Disponha a massa por cima para fechar a empada e feche muito bem, torcendo as margens da massa ou selando com a ajuda de um garfo.

Pincele a massa com gema batida e com a faca faça umas pequenas decorações.
Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC até a massa estar bem cozida e douradinha.
Sirva com uma salada e bom apetite.
Tenho para comigo que, esta semana que agora começa, vai ser daquelas que nunca mais acaba. As previsões, nesse campo, não são as melhores e eu já olho para a agenda a pedir que tudo passe rápido, o mais rápido possível. E eu nem sou pessoa de pedir que o tempo passe a correr, gosto de tudo bem calmo e devagar, até porque tenho a sensação que a vida nos escapa entre os dedos. Mas, obsessiva compulsiva como sou, quando as situações fogem ao meu controlo eu tendo a pedir que tudo passe a voar. 
Então, como vai ser uma semana complicada e não há nada que o chocolate não cure, só podíamos começar com uma receita doce e com chocolate. Estes muffins não perfeitos, com um sabor a chocolate bem intenso e doces na dose certa. O melhor de tudo, a receita vem acompanhada por um vídeo para que todas as dúvidas possam ser esclarecidas.


Ingredientes:
- 2/3 de chávena de leite
- algumas gotas de sumo de limão
- 2 chávenas de farinha de trigo
- 1 chávena de açúcar mascavado
- 1/2 chávena de cacau em pó
- 1 colher de chá de fermento em pó
- 3 ovos
- 1 colher de sopa de extrato de baunilha
- 2/3 de chávena de óleo
- amêndoas picadas q.b.

Preparação:
Vocês encontram a preparação destes deliciosos muffins, ao pormenor, no vídeo aqui em baixo. Espero que vos seja útil.



Tenho sempre massa folhada em casa. Quando o tempo o permite (temperaturas mais baixas), faço massa folhada em casa que divido em 4 partes e congelo, mas neste momento já usei toda a congelada e tenho de recorrer à de compra.
Seja como for, é ingrediente que nunca falta. E porquê? Ora, sabem aqueles dias que vos aparece alguém de surpresa e vocês até querem preparar algo rápido para servir com um café mas não sabem o quê? Basta desenrolar uma massa folhada, polvilhar com açúcar e canela e em poucos minutos têm uns deliciosos palmiers no forno.
Foi isso que me aconteceu no domingo e assim saíram estes meninos.


Ingredientes:
- 1 placa de massa folhada
- 1/2 chávena de açúcar
- 1 colher de sobremesa de canela
- água q.b.

Preparação:
Estique a massa folhada até ficar com cerca de 4mm de espessura (ou desenrole, se for da que já vem estendida).
Pincele-a com um pouco de água fria.
Numa taça misture o açúcar e a canela. Polvilhe a massa com esta mistura.
Enrole as duas laterais da massa até ao centro, corte em fatia com cerca de 5mm e disponha num tabuleiro forrado com papel vegetal (deixe espaço entre eles).
Leve ao forno pré-aquecido a 190ºC até estarem douradinhos.
Bom apetite.
Voltei ao pão caseiro. Desde que vim de férias que ainda não tinha colocado a mão na massa, mas já me custava comer pão de compra (e principalmente ler os rótulos). Gosto de fazer o pão para o nosso pequeno almoço e esta semana foi altura de voltar a entrar no ritmo. Nunca, em nenhum ano, me custou tanto desligar a ficha das férias, por isso que só agora recomecei a fazer o nosso pão.
Mas, pelo menos, consegui começar logo por algo que queria experimentar há muito tempo, pão de espelta. O resulta, e todo o processo, estão documentados num pequeno vídeo onde vos mostro como preparar este delicioso pão.
Vamos lá panificar!


Ingredientes:
- 500gr de farinha de espelta
- 300ml de água morna
- 1 saqueta de fermento desidratado da Vita D
- 1 colher de chá de flor de sal
- 1 colher de sopa de açúcar
- 2 colheres de sopa de azeite


Preparação:
Para saberem como preparar este delicioso pão e para saberem vários truques e dicas, vejam o vídeo aqui em baixo.



Esta foi a nossa sobremesa no passado domingo. É algo que se prepara num instante e que fica uma delícia. Acompanharam na perfeição o café de fim de almoço e fez a delícias de todos. 
O recheio de creme de baunilha, já foi publicado aqui no blogue e no canal! Tenho um vídeo a explicar direitinho como o podem fazer, é o meu creme de pasteleiro express, experimentem! Se não viram essa receita, cliquem AQUI para verem. 
Depois, para cobertura, resolvi manter tudo bem simples, apenas polvilhando com açúcar em pó. 
Espero que gostem da sugestão de hoje!


Ingredientes:
- 1 placa de massa folhada
- 500ml de leite
- 100gr de açúcar
- 50gr de amido de milho
- 4 ovos
- 1 vagem de baunilha


Preparação:
Comece por fazer o creme pasteleiro que deve arrefecer completamente.
Numa taça bata as gemas, o açúcar e o amido de milho. Acrescente o leite frio e as sementes da vagem de baunilha.
Coloque num tacho e leve ao lume até engrossar, sempre a mexer. Reserve. 
Podem ver ao pormenor (e com vídeo) como fazer este delicioso creme pasteleiro, AQUI.

Para fazer as cornucópias uso umas formas próprias em formato de cilindro que se encontram à venda em lojas especializadas de artigos para bolos e em lojas dos chineses.
Estenda a massa folhada e corte em tiras com 1/1,5cm. Unte as formas com manteiga e enrola a massa folhada. Comece pelo lado do bico da forma e sobreponha a massa conforme a enrola e aperte para colar. 
Coloque as cornucópias num tabuleiro forrado com papel vegetal e leve ao forno a 180ºC até a massa folhada estar cozinhada. Nessa altura retire-as do forno, desenforme e deixe arrefecer.

Para ser mais fácil de rechear, coloque o creme num saco pasteleiro. Agora encontram-se com bastante facilidade sacos pasteleiro descartáveis à venda nas grandes superfícies. Recheiam-se a gosto.
Para terminar podem polvilhar com açúcar em pó.
Deliciem-se!
Esta receita ficou prometida para a semana passada mas, a verdade é que ainda não me consegui organizar em condições e sexta feira foi um dia complicado. O tempo foi muito pouco para tudo o que precisava, sendo assim tive de "abrir mão" e não publicar um post por aqui (nem vídeo no canal). Penso que mais tarde ou mais cedo tudo entrará nos eixos... espero eu!
Seja como for, hoje temos a receita de tempura de camarão que vocês viram nas minhas redes sociais (aproveitem e adicionem-me no Instagram e no Facebook) e tanto me pediram a receita. É muito fácil de fazer e versátil, fica crocante e deliciosa. Estes camarões foram o petisco perfeito numa tarde de verão, com umas cervejas bem fresquinhas.
Boa semana a todos!


Ingredientes:
- 1 chávena de farinha de trigo
- 1 chávena de farinha de milho amarela
- 1 colher de chá de bicarbonato
- 1 gema
- 300ml de água com gás bem gelada
- sal e pimenta q.b.
- camarão descascado só com o rabo
- sumo de 1 limão
- flor de sal q.b.
- 2 dentes de alho picado
- óleo para fritar

Preparação:
Comece por descascar o camarão deixando apenas o rabo (e não se esqueça de retirar a tripa!). Numa taça coloque o camarão e tempere com flor de sal, pimenta, os dentes de alho picados e o sumo de limão. Deixe marinar um pouco.

Coloque um tacho ao lume com bastante óleo para fritar os camarões ou use a fritadeira eléctrica. Deve deixar o óleo atingir os 180ºC. Enquanto aquece vamos preparar a tempura.

Entretanto, coloque a farinha de trigo numa taça, acrescente a farinha de milho, o bicarbonato, sal e pimenta. Misture bem e abra uma covinha no centro onde vai colocar a gema e a água com gás bem fria. A sério, a água deve estar bem fria, a que usei estava quase a congelar.
Comece a adicionar a água aos poucos e com uma vara de arames vá mexendo e acrescentando. 

Passe os camarões, um a um, pela tempura e coloque no óleo para fritar. Eles vão cozinhar num instante, quando o rabo mudar de cor para cor de laranja e a tempura estiver douradinha, retire os camarões e coloque-os a escorrer sobre papel de cozinha. Não deve fritar muitos de uma só vez pois irá baixar muito a temperatura do óleo e podem não ficar tão crocantes. 

Sirva-os acompanhados por gomos de limão.
Bom apetite.
Esta receita já anda pelo Instagram mas, como a repeti esta semana e publiquei foto por lá, recebi pedidos para partilhar aqui no blogue. Tem sido a receita dos últimos tempos cá em casa e adoramos. Talvez por sermos muito fãs de coco e esta granola fica assim para o extraordinário. 
As lascas de coco ficam deliciosas com aquela crocancia na medida certa e nem vou falar dos frutos secos. Ambos os produtos são da Nutvitae, uma loja online de frutos secos, com produtos incríveis e preços muito bons. Se estiverem interessados em fazer compras na loja online da Nutvitae digam-me, pois ainda tenho ali vales de desconto e posso oferecer-vos.
E experimentem esta receita, nunca mais vão querer outra.


Ingredientes:
- 200gr flocos de aveia
- 40gr lascas de coco da Nutvitae
- 200gr de frutos secos (usei amêndoas inteiras e avelãs da Nutvitae e miolo de noz que parti e descasquei em casa)
- 4 colheres de sopa de açúcar mascavado
- 4 colheres de sopa de óleo de coco
- 4 colheres de sopa de água


Preparação:
Pré-aqueça o forno 175ºC e forre um tabuleiro com papel vegetal. 
Numa taça junte a aveia, o açúcar mascavado, as lascas de coco e os frutos secos. Adicione o óleo (se estiver sólido terá de o aquecer um pouco, mas nesta altura do ano não há esse problema) e a água, mexa com uma colher de pau. Despeje a granola no tabuleiro e leve ao forno, mexendo a cada 10 minutos e sempre de olho para ficar dourada mas não queimar. 
Retire do forno e deixe arrefecer.
Depois de completamente fria, armazene a granola em frascos herméticos.
Bom apetite.
Volta e meia, cá em casa temos pizza ao jantar. É algo que gostamos e eu faço a massa com bastante gosto. Normalmente faço com massa que leveda quase 24 horas (e sim, é melhor do que esta), mas pediram uma massa mais rápida e que fosse igualmente deliciosa. Então cá está ela!
Fiz esta pizza antes de irmos de férias e ainda não a tinha publicado mas nunca é tarde. Espero que vocês gostem, por cá foi muito apreciada (e desapareceu num instante).

Nota: Entretanto, no meu blogue Cláudia's Experiences, publiquei o resumo do nosso primeiro dia em Roma. Se quiserem ver cliquem AQUI, acho que ficou fofinho mas gostava que vocês me dissessem o que acham.


Ingredientes: (dá para duas pizzas como a da imagem)
- 10gr de fermento padeiro
- 300gr de farinha de trigo
- 1 colheres de sopa de azeite
- 1 pitada de sal 
- 175ml de água morna

Toppings:
- molho de tomate q.b.
- queijo mozzarella ralado q.b. 
- presunto em fatias
- oregão e azeite q.b.
- 1 mozzarella de bufala
- folhas de manjericão q.b.

Preparação:
Numa taça coloque a farinha, o fermento de um lado e o sal do outro. Faça uma cova no meio e adicione o azeite e a água. Envolva bem e misture até ficar homogéneo.
Coloque a massa na bancada polvilhada com farinha e amasse até obter uma massa lisa e elástica.
Volte a colocar na taça, cobra com um pano e deixe levedar até dobrar de volume.

Pré-aqueça o forno nos 190ºC.
Divida a massa em duas partes e forme bolas. Espalme-as com a mão e vá esticando com cuidado, forma a ficar com círculos uniformes. Não costumo usar rolo da massa, os italianos também não usam, mas se se sentirem mais confortáveis, usem-no!
Coloque a massa no tabuleiro untado com azeite ou forrado com papel vegetal. 
Barre a massa com molho de tomate e polvilhe com queijo mozzarella ralado.
Polvilhe com um pouco de oregãos secos e um fio de azeite. 
Leve ao forno durante cerca de 20 minutos ou até a massa estar cozinhada.
Quando a pizza saiu do forno coloquei os restantes ingredientes por cima, as fatias de presunto e a mozzarella de búfala desfeita grosseiramente. Coloquei ainda algumas folhas de manjericão.
Bom apetite.
A semana passado foi aquela semana de fugir. Voltamos completamente das férias, a nossa casa tinha sido pintada (podem imaginar o estado em que se encontrava), o Bruno voltou ao trabalho, a despensa e o frigorífico estavam completamente vazios. No fim de semana anterior decidi fazer umas compras rápidas, daquelas que não resolvem problema nenhum, apenas o adiam (chama-se empurrar os problemas com a barriga). Não houve meal prep e estava difícil de decidir o que cozinhar naqueles dias todos. 
Até que, num dia que procurava inspiração para o almoço, tropecei nesta receita da Carla, do blogue O Meu Tempero e fez-se luz. Não tinha aquela couve deliciosa, mas no frigorífico havia espinafres frescos (como há quase sempre) e assim o nosso almoço ficou pronto num instante e que delicioso ele estava.


Ingredientes:
- 200gr de espinafres frescos
- 100gr de bacon cortado às tiras
- 4 ovos ligeiramente batidos
- azeite q.b.
- sal e pimenta branca q.b.
- 1 pitada de alho em pó

Preparação:
Aqueça uma frigideira grande com um fio de azeite. Adicione o bacon e deixe ganhar um pouco de cor, depois junte os espinafres e envolva bem. Tempere com um pouco de pimenta, no meu caso, não adicionei sal por o bacon ser bastante salgado. Acrescente também um pouco de alho em pó) talvez uma colher de café).
Quando os espinafres ficarem cozidos, retire tudo da frigideira e reserve.
Limpe a frigideira com papel absorvente e volte a aquecer com um fio de azeite.
Numa taça bata ligeiramente os ovos e tempere com um pouco de sal e pimenta.
Adicione os ovos à frigideira quente e depois vá mexendo até ficarem cozinhados a gosto. 

Sirva os espinafres com o bacon e os ovos mexidos. 
Bom apetite.
Começamos a semana bem saudáveis e com bastante energia, graças a estas 3 saladinhas no pote. Na sequência do vídeo onde vos ensinei a preparar 3 molhos para saladas, hoje trago-vos a aplicação prática desses molhos. São 3 opções, bem saudáveis, deliciosas e preparadas no pote o que torna tudo bem prático. Podem levar para a praia, para um picnic, para o trabalho/escola ou simplesmente para ter no frigorífico e preparar uma saladinha enquanto o diabo esfrega um olho.
Venham daí e boa semana a todos!!


Ingredientes:
Salada 1
- Molho de Coentros e Lima (ver receita AQUI)
- tomates cereja q.b.
- couve roxa em juliana
- peito de frango assado
- alface
- cenoura ralada

Salada 2
- molho vinagrete (ver receita AQUI)
- tomates cereja
- pepino em cubinhos
- ovos de codorniz cozidos
- couve roxa em juliana
- couve branca em juliana
- alface

Salada 3
- molho alho e limão (ver receita AQUI)
- tomates cereja
- 250gr de grão de bico cozido
- couve roxa em juliana
- 1 lata de atum de conserva bem escorrido (usei conserva em azeite)
- ovos cozidos

Preparação:
Veja o vídeo aqui em baixo onde vos mostro como montar estas 3 saladas no pote.