Então meus amigos, espero que a semana vos esteja a correr pelo melhor. Tem estado um calor bem jeitoso e eu confesso que, nestes dias, o que menos me apetece é cozinhar. Confesso, pronto!
Eu amo cozinha, cozinhar é sem dúvida algo que me faz feliz mas... nossa mãe, ninguém merece uma cozinha quente e abafada como a minha. Por isso tento simplificar ao máximo as refeições para que seja rápido, prático sem deixar de ser delicioso.
E foi assim que saiu esta jardineira na panela de pressão. A ajuda desta panela é maravilhosa, fazendo com que tenhamos de passar menos tempo de volta do fogão e, por isso, acabamos por sofrer menos um bocadinho.
É também muito prático para quando temos pouco tempo e precisamos preparar o jantar, porque a gente tem de comer, certo?
Deixo-vos com isto e vejam bem porque ainda vão muito a tempo de preparar hoje no jantar.




Ingredientes:
- 1 cebola grande
- 2 dentes de alho
- 500gr carne de vaca cortada em pedaços
- 1 chávena de ervilhas
- 2 tomates grande pelados 
- ½ chouriço
- 1 folha de louro
- 3 batatas médias
- 1 cenoura grande
- Sal e pimenta q.b.
- 1 malagueta seca
- azeite q.b.
- salsa picada q.b.


Preparação:
Tempere a carne com um pouco de sal e pimenta. Reserve.
Aqueça a panela de pressão com um fio de azeite e quando estiver quente acrescente os pedaços de carne e sele-os. Assim que a carne tiver ganho cor de todos os lados, retire todos os pedacinhos para um prato.
Na panela de pressão onde acabou de selar a carne coloque a cebola picada e a folha de louro e deixe refogar, mexendo de vez em quando. Acrescente depois os dentes de alho picados (convém entrarem um pouco mais tarde pois têm tendência a queimar mais depressa).

Depois da cebola estar bem refogada, adicione os tomates pelados e picados, bem como a carne previamente selada. Cubra com água, feche a panela e deixe cozinhar durante 10 minutos (este tempo varia, depende da qualidade da carne), depois de começar a ferver.
Descasque as batatas e corte-as em cubos grandes, a cenoura corte em cubinhos. Corte o chouriço em rodelas.
Retire a panela do lume, deixe sair o valor e abra tampa. Junte as batatas, as cenouras, as ervilhas e o chouriço, rectifique os temperos. Pode cozinhar destapado até tudo ficar cozido ou pode voltar a tapar e cozinhar uns 3 ou 4 minutos depois da panela de pressão voltar a ferver (tem mesmo de ser pouco tempo para as batatas não se desfazerem). 
Sirva polvilhado com salsa picada.
Bom apetite.
No ano passado trouxe-vos um post sobre a nossa viagem a Praga. Falei-vos sobre o que fizemos, o que visitamos e como foi a nossa estadia na cidade.
Eu amei Praga, é uma cidade muito bonita e que aconselho muito a visitarem. A pensar nisso, decidi criar uma Bucket List com os nossos locais ou actividades favoritas e vou disponibilizar-vos aqui a lista para poderem guardar, imprimir e partir à aventura. Eu sei que com a Covid 19 estamos todos muito limitados no que toca a férias e viagens, mas guardem este template e assim que vos for possível vão a Praga. Tenho a certeza que não se irão arrepender. E, se quiserem mais pormenor sobre a nossa viagem, cliquem AQUI e vejam o post que escrevi para vocês.


Entretanto, que outras bucket list gostariam de ver por aqui? De que cidades, países, ou temas? Escrevam aí nos comentários e ajudem a termos novos conteúdos aqui no blogue.
Um beijinho,
Cláudia
Ahhh é tão bom estar de volta. Eu sei que escrevi aqui um post a contar-vos o que aconteceu e que prometi que iria manter a programação aqui do blogue enquanto a história da conta hackeada se resolvia. Mas, há sempre um mas, no processo de ter a minha conta de volta o Google desativou o email e todas as fotos do blogue desapareceram. Foi tão triste que não tinha nem força para entrar no blogue. Ver tudo sem fotos dava-me uma dor no coração. Mas falei-vos de tudo isso no vídeo que publiquei sexta feira no canal, podem clicar AQUI para assistir e perceberem ao pormenor o que aconteceu.

Hoje regresso aqui ao blogue, para ficar, prometo. E tenho várias ideias para colocar em prática, com muito conteúdo novo que quero vos trazer. Estou também a pensar mudar a imagem do blogue. Mas isso será mais para a frente. 
Então hoje temos... vídeo de compras de supermercado. Um dos favoritos dos meus seguidores do Youtube. No vídeo de hoje mostro-vos as minhas compras no Lidl, com preços e valor total, tudo ao pormenor.








Estou há uns dias sem escrever nada aqui, porque estou a tentar recuperar do trauma de sexta feira.
Tudo estava normal e nada faria antever o que ia acontecer. Estava a terminar de limpar a casa para fazer upload do vídeo de sexta quando recebo uma série de notificações no telemóvel a pedir para fazer novamente login na conta Google.
Qual não é o meu espanto quando, ao tentar fazê-lo, me aparece a informação que a password tinha sido alterada. Tentei de todas as maneira fazer a recuperação da conta mas este trabalho foi feito por um profissional que, de imediato retirou todas as minhas formas de recuperação de conta (email secundário e telemóvel). Foi uma sensação horrível!


Chorei, tremi, chorei... deixei de conseguir pensar. Tudo estava naquele email, o meu blogue (que felizmente tinha outro administrador associado e foi, por isso, fácil de resolver), todos os produtos Google e o meu canal de Youtube.
Pesquisamos imenso em busca de uma ajuda, de algo que pudesse ajudar, mas nada.

Tenho o meu canal associado a uma network e são eles que me estão a ajudar a resolver o assunto junto do Youtube, a tentar recuperar o meu canal. Um canal com pouco mais de 5500 subscritores, que para o hacker não tem qualquer vantagem, não lhe dará qualquer lucro. Mas para mim é tudo. Cada um daqueles 5500 subscritores foram conseguidos a pulso, com muito suor, muito trabalho e muita dedicação. Sinto-me roubada.

Agora estou mais calma, mas até domingo eu era um poço de nervosismo. Sentia-me tão mal, com medo de voltar a acontecer, sem saber para onde me virar.
Pesquisei e encontrei tantos casos como o meu que nem vos consigo dizer. Parece que é cada vez mais comum, infelizmente.

A mim resta-me esperar para ver se consigo recuperar pelo menos o canal ou se terei de criar um do zero. Não sei bem o que irei fazer mas sei que vou descobrir.
Entretanto volto aqui ao blogue. Este post deveria ter sido escrito ontem mas desculpem... não é fácil colocar por palavras o que sentia, sem deixar escapar uma série de palavrões. Por isso tive de respirar fundo e deixar para hoje.

No Instagram tenho partilhado algumas coisas sobre o tema, por isso sigam-me por lá. Entretanto a programação aqui segue como é rotina e o restante logo se verá.
Um beijinho a todos,
Cláudia


No feriado do 11 de Junho, apetecia-me preparar uma sobremesa para o almoço mas não podia gastar muito tempo de volta dela. Resolvi então fazer um bolo de bolacha, espécie semifrio, do mais simples que consegui fazer. Por cima, uma camada de doce de ovos caseiro, absolutamente delicioso.
Na altura nem tinha pensado partilhar a receita convosco, porque foi mesmo algo muito simples que decidi fazer. Mas partilhei a foto no Instagram e muitas pessoas enviaram-me mensagem a pedir a receita.
Visto que estamos perto do fim de semana, deixo-vos com esta delicia que podem preparar para o vosso almoço de Domingo. Não se irão arrepender.


Ingredientes:
Para o 'bolo'
- 1 pacote de bolacha maria ou torrada
- 1 café forte
- 400ml de natas bem frias
- 3 colheres de sopa de açúcar
- algumas gotas de sumo de limão
- 3 folhas de gelatina incolor

Para o doce de ovos (pode ver aqui em vídeo como fazer)
- 150ml de água
- 150gr de açúcar
- 6 gemas
- 1 pau de canela


Preparação:
Comece por demolhar as folhas de gelatina em água bem fria.
Numa taça coloque as natas bem frias, acrescente o sumo de limão, o açúcar e bata até obter um chantilly. 

Escorra as folhas de gelatina e dissolva-as num pouquinho de água quente. Acrescente ao creme anterior, em fio e sempre a bater.

Faça o café forte e uma quantidade generosa para conseguir molhar todas as bolachas.
Coloque um aro, pode ser daquelas formas de fundo amovível, sobre o prato de servir. Molhe as bolachas, uma a uma, e faça com elas uma cama a tapar o fundo do prato. Coloque por cima um pouco do creme de chantilly que fez e espalhe bem. Repita com mais bolachas embebidas em café e camadas de chantilly.
Na última camada de chantilly espalhe muito bem, alisando o máximo que conseguir, e coloque o bolo no frigorífico para que a gelatina prenda.

Entretanto prepare o doce de ovos para o topo.
Leve ao lume um tacho com a água, o açúcar e o pau de canela. Deixe ferver e formar assim uma calda (uns 4 minutos são suficientes). Depois de pronta deixe arrefecer um pouco.
À parte bata ligeiramente as gemas. 
Adicione a calda em fio e mexa sempre para não ficar com ovos mexidos e descarte a canela.
Leve depois ao lume até engrossar, sem nunca parar de mexer. 
Depois de pronto deixe arrefecer completamente.

Passado umas horas (pode colocar no congelador para acelerar o processo), a gelatina deverá ter prendido. Passe uma faca a toda a volta para descolar o aro e retire-o com cuidado.
Por cima coloque o doce de ovos que deverá estar frio e espalhe bem.
Para decorar, triturei algumas bolachas e polvilhei por cima do bolo. Assim, simples mas delicioso.
Bom apetite.
Hoje temos mais um vlog do meu dia, com organização da despensa e lista de compras, um passeio pela praia e o nosso café da tarde. 
Para além disto, mostro-vos ainda como faço ovos fritos praticamente sem gordura! Ficam óptimos, garanto-vos. 
Espero que gostem de mais este vlog. Não se esqueçam que eu volto sexta feira com o terceiro e último vídeo da semana, para assim finalizar a programação de 3 vídeos, às segundas, quartas e sextas. Não se esqueçam também de subscrever o canal (podem fazê-lo aqui: https://www.youtube.com/claudiaralha) e activar as notificações para não perderem um único vídeo.
Obrigada por estarem aí a assistir. Beijinhos a todos.


No vídeo aqui em cima têm um pouco do meu dia. Comecei por fazer o inventário da minha despensa e elaborei a lista de compras para ir ao Lidl (vídeo a sair brevemente). Mostrei-vos o meu novo sistema de filtrar água, acabou a água engarrafada nesta casa. Temos ainda a forma como faço ovos fritos quase sem gordura, um passeio pelo praia em Vila do Conde e o nosso café da tarde.
Espero que gostem :)



Cá em cada tentamos consumir o máximo de vegetais que conseguimos. Seja em forma de sopas, saladas ou acrescentados ao prato principal. E por esse motivo ando sempre em busca de formas diferentes de os preparar.
Desta vez saiu um frango primavera, com um boa quantidade de verdes que, para além de darem cor ao prato, são também um acompanhamento delicioso. Eu usei couve coração e ervilhas mas sintam-se à vontade para fazerem alterações e usarem os legumes que mais gostarem (outro tipo de couve, espinafres, lentilhas cozidas previamente, fica ao vosso critério). Mas saibam que é um prato delicioso, nada difícil de preparar, económico e saudável. Espero que gostem.


Ingredientes:
- 3 coxas de frango
- 1/4 de chouriço de carne
- 1 raminho de tomilho
- 2 dentes de alho
- 1 cebola
- 1 couve coração pequena
- 1 chávena de ervilhas cozidas
- sumo e raspa de 1 limão
- sal e pimenta q.b.
- 1 colher de sopa de azeite
- 1/2 copo de vinho branco (cerca de 70ml)

Preparação:
Comece por temperar o frango com o tomilho, sal, pimenta, a raspa e o sumo do limão (reserve um pouco para o final). Esfregue com as mãos para que o tempero se agarre à carne. 

Ligue o forno no 200ºC.
Aqueça um wok (podem usar uma frigideira alta ou até uma caçarola) com o azeite e, quando estiver bem quente, adicione o frango, com a pele para baixo e deixe selar bem de todos os lados. 
Entretanto pique a cebola e os alhos.
Quando o frango estiver selado coloque-o numa assadeira, tape com papel de alumínio e leve ao forno para terminar de cozinhar.

Adicione a cebola e o alho picado ao wok, junte o chouriço às rodelas e cozinhe até a cebola ficar translucida. 
Regue com o vinho branco e deixe ferver até o álcool evaporar.
Junte a couve cortada em juliana, regue com 100ml de água quente e misture bem. Tempere com sal e pimenta e baixe o lume para que cozinhe durante uns 10 minutos. 
Quando a couve estiver quase no ponto, adicione as ervilhas e envolva bem. Regue com um pouco de sumo de limão e sirva com o frango.
Bom apetite. 




Vocês já sabem que por aqui não é fim de semana se não houver um docinho, certo? Então sexta feira, estava eu com a casa toda arrumada, com tudo pronto para entrar no fim de semana e a pensar o que ia fazer com o resto da minha tarde quando decidi ir para a cozinha preparar estas lemon bars deliciosas e fáceis de fazer.
E acreditem quando vos digo que são fáceis de preparar, porque são mesmo. Têm apenas dois passos, fazer a base (que não podia ser mais simples, com manteiga, açúcar e farinha) e depois o creme de limão que também não é nada complicado. 
E se quiserem aproveitar o bom tempo e fazer um picnic, estas barrinhas são perfeitas para vos acompanhar. 
Se a vida vos der limões, o que é que devem fazer? Estas barrinhas de limão, sem dúvida!
Boa semana!


Ingredientes:
Para a massa:
- 100gr de manteiga
- 1/4 de chávena ou 60gr de açúcar
- 1 de chávena ou 150gr de farinha

Para o recheio:
- 4 ovos
- 1 chávena  ou 180gr de açúcar
- 1/2 chávena ou 75gr de farinha
- sumo e raspa de 2 limões 

- açúcar em pó, morangos e folhas de hortelã para decorar

Preparação:


Ligue o forno nos 180ºC e prepare um tabuleiro quadrado (com cerca de 24x24cm) unte-o com manteiga e forre com papel vegetal.

Numa taça coloque os ingredientes para fazer a massa. Ponha a farinha, o açúcar e a manteiga em cubos. Misture tudo até obter uma massa homogénea.
Coloque a massa no tabuleiro e com as pontas dos dedos espalhe bem.
Leve ao forno durante 15 minutos.

Entretanto prepare o creme.
Numa taça, ou na taça do batedor, coloque o açúcar e os ovos e bata até ficar bem misturado.
Junte a farinha, a raspa e o sumo do limão e envolva bem.
Retire o tabuleiro do forno e verta a mistura anterior por cima da massa. Leve novamente ao forno por 20 minutos.

Deixe arrefecer completamente antes de cortar em pequenos quadrados.
Antes de servir polvilhe com açúcar em pó, decore com morangos e folhas de hortelã.
Bom apetite.
Cá estou eu com a continuação do vlog que publiquei quarta feira.
Na primeira parte mostrei-vos o almoço ao pormenor porque queria muito falar-vos daquele molho para frango grelhado na brasa. É tão saboroso!
Como o vlog ficou enorme, deixei a parte da tarde para hoje. E o que é que temos hoje? O lanche da tarde, com uns folhadinhos de chocolate que muitas vezes me pedem para mostrar como faço.
Espero que gostem de acompanhar o resto do meu dia.


E chegamos assim ao final de mais uma semana. Já sabem que volto segunda feira com mais um vídeo. Lembrando que a programação do canal é 3 vídeos por semana, todas as segundas, quartas e sextas. Não se esqueçam de subscrever o canal (podem fazê-lo aqui: https://www.youtube.com/claudiaralha) e activar as notificações para não perderem um único vídeo.
Beijinhos e bom fim de semana.





Um dia, há já uns bons meses atrás, estava a televisão sintonizada no 24Kitchen e estava a dar um programa que, sinceramente, já nem me lembro qual era. Mas sei que estavam a fazer um bolo de coco com compota de framboesas. O Bruno colocou os olhinhos no ecrã da tv e disse-me logo que aquela conjugação de sabores lhe parecia perfeita (confesso que a mim também). Infelizmente não deram as quantidades dos ingredientes e por isso, fiquei apenas com a ideia na minha cabeça. Passado uns dias e com um frasco de compota de framboesas no frigorífico, resolvi fazer um bolo com estes sabores mas à minha maneira. 

No final o resultado foi óptimo. O bolo ficou uma delícia e desapareceu num instante. A compota não se vê, mas o seu sabor entranha-se no bolo e deixa-o uma maravilha. E, de facto, o coco e a framboesa casam na perfeição.


Ingredientes:
- compota de framboesas q.b.
- 150gr de manteiga à temperatura ambiente
- 180gr de açúcar
- 4 ovos
- uma pitada de sal
- 100gr de farinha de trigo
- 80gr de coco ralado
- 1 colher de chá de fermento em pó


Preparação:
Ligue o forno nos 180ºC.
Numa taça coloque a manteiga e o açúcar. Bata bem até formar um creme fofo. Adicione os ovos, um a um, batendo entre cada adição.
Adicione o coco ralado e a farinha peneirada com o fermento e o sal. Envolva tudo muito delicadamente.

Pincele bem uma forma com manteiga e polvilhe com farinha. No fundo da forma coloque a compota de framboesas (pode usar compota de frutos vermelhos) e espalhe, com a ajuda de uma colher, até às laterais da forma. Verta a massa por cima da compota e coloque no forno durante 25/30 minutos, ou até o bolo estar cozido.

Quando o retirar do forno, deixe arrefecer um pouco e depois desenforme.
Antes de servir, polvilhe com um pouco de açúcar em pó.
Bom apetite.