Hoje temos bolo já a pensar no fim de semana. Não há nada tão reconfortante como uma fatia de bolo e um café bem quentinho. A pensar nisso, e no facto de estar um frio do caraças, hoje decidi partilhar esta receita de bolo que fiz na altura do Natal (daí a decoração natalícia). Fica bastante fofinho e delicioso, para além de não dar trabalho nenhum. Se quiserem podem não fazer cobertura e servir apenas polvilhado com açúcar em pó.


Ingredientes: (para o bolo)
- 180gr de açúcar
- raspa de 1 limão
- 180gr de farinha
- 1 colher de chá de fermento em pó
- 1 pitada de sal
- 1 iogurte natural
- 100ml de óleo 
- 3 ovos

(para o glacé):
- 3/4 de chávena de açúcar em pó
- sumo de limão q.b.


Preparação: 
Pré-aqueça o forno a 180ºC e prepare a forma, untando com manteiga e polvilhando com farinha. Reserve.
Numa taça coloque o açúcar e a raspa de limão. Com os dedos, aperte a raspa de limão no açúcar de forma a largar os óleos essenciais presentes na casca do limão e aromatizar ainda mais o bolo.
Adicione a farinha, o fermento e o sal. Envolva tudo.

Em outra taça à parte, coloque o óleo, o iogurte e os ovos. Bata até ficar homogéneo. 
Adicione os ingredientes líquidos aos secos e envolva bem.
Coloque a massa na forma e leve ao forno até estar cozida.

Deixe o bolo arrefecer completamente e prepare a cobertura.
Numa tigela coloque o açúcar em pó e adicione 4 colheres de chá de sumo de limão. Mexa bem até estar homogéneo e fluido, se precisar acrescente mais um pouco de limão.

Com o bolo completamente frio, coloque-o no prato de servir e espalhe o glacé por cima. Decore a gosto de delicie-se.
Bom apetite.

Já há algum tempo que andava a pensar criar alguns vídeos com pequenas dicas, pequenas preparações alimentares. Dei-lhe o nome de meal prep para iniciantes, porque muita gente me escreve a dizer que não tem tempo ou não sabe como fazer a meal prep semanal mas gostavam de ter algumas coisas prontas que ajudem a ter menos stress na cozinha. 
Tinha falado desta ideia num vídeo, há uns meses, e recebi imensos comentários de seguidores que estavam bastante interessados. Só que o tempo foi passando, comecei o especial receitas de outono, depois o Natal e acabei de empurrar esta ideia para 2020 e cá estamos nós.


Tenho várias dicas para vos trazer e assim continuar este tema mas hoje mostro-vos 5 pequenas preparações alimentares que se fazem num instante e que ajudam imenso na hora de cozinhar.
Bem, não vos empato mais e deixo-vos só o convite para verem o vídeo aqui em baixo. Espero que as dicas vos possam ajudar de alguma forma e contem-me o que acham deste tema. Fico a aguardar o vosso feedback :)


O fim de semana passou a voar. Com uma sexta à noite de chuva, um jantar de amigos no sábado, com compras pelo meio e uma série de "recados" a fazer e um domingo calmo, maioritariamente passado em pijama, porque eu mereço. Foi assim o nosso fim de semana mas soube a pouco.
O que é certo é que a semana lá começou e nós temos que nos adaptar a ela e, para isso, nada melhor do que ter um bom planeamento de refeições e algumas coisas prontas no congelador. Assim o jantar de ontem fez-se num instante, mesmo após uma sessão de yoga ao final do dia. 


Ingredientes:
- 400gr de peito de frango picado
- sal e pimenta q.b.
- 2 dentes de alho picados
- sumo de 1 limão
- massa a gosto
- azeite q.b.
- lascas de queijo parmesão q.b.
- molho de tomate 7 vegetais (ver receita AQUI)
- salsa picada a gosto

Preparação:
Numa taça coloque o peito de frango picado e tempere a gosto, eu coloquei sal, pimenta, os dentes de alho picados e sumo de 1 limão. Misture bem e, posso dizer-vos que eu costumo deixar marinar um pouco antes de moldar as almôndegas, mas podem fazê-lo logo. Faça almôndegas no tamanho que desejarem, eu costumo fazer com cerca de 40gr cada uma, acho um tamanho adequado.
Coloque as almôndegas no frigorífico para ganharem firmeza ou podem também congelar para usar em outro dia. 

Aqueça um tacho com um fio de azeite, deixe aquecer bem e sele as almôndegas, deixe-as ganhar bem cor de todos os lados, para isso o lume tem de estar alto. Quando as almôndegas estiverem com uma cor bonita, acrescente o molho de tomate e deixe cozinhar uns minutos até ficarem no ponto.

Entretanto aqueça uma panela com água e quando ferver tempere com sal. Acrescente a massa e deixe cozinhar até estar al dente (pode e deve guiar-se pelo tempo indicado na embalagem).

Quando tudo estiver pronto, sirva a massa com as almôndegas por cima, regue com molho de tomate, polvilhe com as lascas de queijo parmesão e salsa picada.
Bom apetite.

Quando fiz o vídeo a falar dos meus utensílios favoritos para pastelaria, prometi-vos duas coisas - voltar com a parte 2 e com um vídeo dedicado aos utensílios de cozinha. Demorei a cumprir parte da promessa mas cá estou eu. Hoje falo-vos do meu top 10 de utensílios para cozinha.


Acreditem que ter os utensílios correctos ajuda no sucesso de uma receita. Por isso deixo-vos o convite para verem o vídeo e descobrirem quais são os meus essenciais de cozinha.


Quais destes utensílios já tem? Contem-me tudo nos comentários.
Uma pessoa vai ao Pinterest e "perde-se". As fotos são lindas e as receitas uma tentação. É impossível não gostar desta rede social, tal é a quantidade de sugestões gastronómicas que por lá encontro. Todos os dias lá vou eu babar-me mais um pouco e acabo sempre com vontade de experimentar 1001 coisas. Foi numa dessas visitas que os meus olhinhos bateram nuns pudins quentes de limão. Por cá, os limoeiros estão carregados e por vezes nem sei o que fazer com tantos limões. Felizmente é dos meus ingredientes favoritos, quer em doces, quer em salgados e nunca falta na minha fruteira. 
Com a inspiração nos píncaros, fui para a cozinha e adaptei a receita que tinha visto no Pinterest. O resultado não podia ser melhor, um bolinho com uma textura que nem é bolo nem pudim e um maravilhoso sabor a limão. Tanto eu como o Bruno adoramos! Por isso não podia deixar de partilhar com vocês.
Espero que experimentem e gostem tanto quanto nós gostamos.



Ingredientes (para 4 bolinhos):
- 2 colheres de sopa de manteiga à temperatura ambiente
- 170gr de açúcar
- 3 ovos
- raspa e sumo de 1 limão
- 1/4 chávena de farinha
- 250ml de leite
- manteiga e açúcar q.b. para as formas


Preparação:
Comece por ligar o forno nos 180ºC.
Numa taça coloque o açúcar com a manteiga e bata. Adicione as gemas de ovo, uma a uma, batendo entre as adições. 
Junte a raspa e o sumo do limão, a farinha peneirada e o leite. Envolva bem com uma espátula. 

Numa taça à parte bata as claras em castelo com uma pequena pitada de sal. Quando formar picos firmes, pare de bater e envolva suavemente no creme anterior. 
Prepare os ramekins, ou pequenas formas para os pudins. Unte-os com manteiga e polvilhe com um pouco de açúcar.
Divida a mistura pelos ramekins e coloque-os num tabuleiro.

Ponha o tabuleiro no forno e com cuidado deite água a ferver, até chegar a meio dos ramekins.
Deixe os pudins cozinhar, demoraram entre 20/25 a ficarem prontos. Faça o teste do palito, quando este sair apenas com um pequena humidade, desligue o forno e deixe os pudins arrefecerem completamente dentro do tabuleiro. 
Sirva, desenformados ou não, polvilhados com açúcar em pó e acompanhados por frutos vermelhos.
Bom apetite. 
Tenho a felicidade de ter dois limoeiros que estão cheios de limões. Mas, ao mesmo tempo, estou com um problema que já aconteceu há dois anos. Não sei se será de ter chovido imenso, ou outra coisa qualquer, mas os limões estão a apodrecer ainda na árvore, mas ficam maduros. Alguns nem chegam a amadurecer e apodrecem logo. Em 2018 aconteceu o mesmo, mas no ano passado tudo correu bem. Não entendo... Bem, como já sei que mais tarde vou precisar e não vou ter, e comprar limões é algo que me dá uma pilha de nervos, decidi conservar alguns e é isso que vos mostro hoje. Para além disso, deixar estragar é que não pode mesmo ser e por isso temos de fazer os possíveis para evitar o desperdício alimentar. 
Eu dou imensos mas mesmo assim tenho uma grande quantidade, pois são dois limoeiros bem grandes!
Para além do que vos mostro hoje, fiz também geleia de limão e curd de limão. 



Já vos trouxe imensas vezes posts sobre o tema e até vídeos no canal. Eu gosto de fazer imensas coisas do género para ter no congelador, desde hambúrgueres, a almôndegas, nuggets de frango, panados normais e recheados, rolo de carne e os tão tradicionais rissóis, bolinhos de bacalhau, croquetes e empadas. São coisas que vou fazendo e que safam uma refeição em três tempos. E, digam lá se não concordam comigo, estas coisas caseiras têm outro sabor, não é verdade?
Hoje trago-vos um vídeo onde vos mostro como faço almôndegas de carne. Sim, é verdade que há uns meses eu trouxe um vídeo com o mesmo tema mas, estas almôndegas são diferentes. Desta vez mostro-vos como podem incrementar as vossas almôndegas com vegetais e assim tornarem-nas mais nutritivas.

Mas não vos vou cansar com um post enorme e prefiro deixar-vos já o vídeo onde explico tudo ao pormenor, desde a escolha da carne, aos temperos, preparação e congelação. Cliquem então no vídeo aqui em baixo para verem tudo.


Ingredientes:
- 1 kg de carne de vaca picada
- sal e pimenta q.b.
- 2 colheres de chá de alho em pó
- 1 cebola grande
- um fio de azeite
- 2 cenouras
- 1 curgete
- 1 raminho de salsa picada
- 2 ovos
- 3 colheres de sopa de pão ralado

Preparação:
Se não forem inscritos no canal, não se esqueçam de o subscrever e de clicar no sininho para serem notificados sempre que eu publicar um vídeo novo. Ahhhh e deixem ficar o vosso like, tudo isto ajuda o canal a crescer ;)


É verdade que as festas natalícias já terminaram e que está toda a gente focada na dieta (cof, cof, cof), mas eu acho que, ao final de semana, podemos sempre dar uma trinca num docinho. E este pão de ló de chocolate ficou tão bom e é tão simples de preparar, que não podia deixar de partilhar a receita.
Sim, já estamos a pensar no fim de semana, por isso aqui fica a sugestão.


Ingredientes:
- 7 ovos inteiros
- 5 gemas
- 200gr de açúcar
- 100gr de farinha de trigo
- 1 colher de chá de fermento
- 50gr de cacau em pó

Preparação:
Na taça da batedeira coloquem os ovos, as gemas e o açúcar e batam durante 25 minutos. No final desse tempo a mistura tornou-se num creme muito leve e fofo e isso é fundamental para o sucesso do pão de ló.

Peneire a farinha com o fermento e o cacau e envolva aos poucos e de forma muito delicada ao preparado dos ovos.

Forre uma forma com papel para pão de ló, ou papel vegetal (se não tiver faça como eu e unte-a com manteiga e polvilhe com um pouco de cacau em pó). Coloque a massa na forma e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 35/40 minutos. Se achar que o pão de ló está a queimar e ainda não está pronto, tape-o com papel de alumínio e deixe cozer.

Deixe arrefecer um pouco, desenforme e sirva. É uma delícia para acompanhar um café ou um chá bem quentinho.
Bom apetite.
Andava com a ideia deste prato há uns tempos mas, o facto de querer fazer com medalhões de pescada redondos fez-me demorar a colocar em prática (já agora, encontram estes medalhões no Pingo Doce e na Makro). 
O facto de ter um abacate em ponto de ser consumido, fez-me lembrar deste prato. Felizmente já tinha os tais medalhões de pescada e pude finalmente elaborar.
No final gostamos muito do resultado, o guacamole fica muito bom e da um toque fresco com o peixe e o ovo no topo. Para repetir.


Ingredientes:
- 2 medalhões de pescada (usei uns redondos)
- 1 dente de alho
- sal e pimenta q.b.
- sumo de 2 limões
- farinha de milho q.b.
- azeite q.b.
- 2 ovos
- 1 abacate
- 1 chalota (ou cebolinha pequena)
- 6 tomates cereja


Preparação:
Comece por temperar os medalhões de pescada com sal, pimenta, o dente de alho picada e sumo de 1 limão. Deixe marinar pelo menos 1 hora.

Para o guacamole, abra o abacate, retire o caroço e toda a polpa da casca. Coloque num prato e esmague com um garfo. Regue com sumo de limão e misture bem.
Descasque e pique a chalota e junte ao abacate. Lave os tomates cereja e corte em quartos. Junte tudo ao abacate, tempere com sal e pimenta a gosto.

Entretanto aqueça uma frigideira com um fio de azeite. Passe os medalhões de pescada por uma boa camada de farinha de milho e frite-os no azeite bem quente.
À parte, aqueça uma frigideira pequena para ovos. Coloque uma gota de azeite e com um quadrado de papel de cozinha, espalhe-a na frigideira.
Parta o ovo para dentro dela, reduza o lume para o mínimo, tape e deixe cozinhar a gosto (aqui em casa gostamos da gema ainda liquida). Quando estiver pronto, repita para o outro ovo.

Para servir, coloque uma cama de guacamole, o medalhão de pescada em cima e no topo o ovo "estrelado".
Bom apetite.



Antes de irmos de férias tinha brócolos no frigorífico que precisava gastar. Sinceramente eu gosto de muito de brócolos, ligeiramente cozidos, salteados, em estufados, com carne, massas, enfim. Mas não me apetecia. Pensei em coloca-los na sopa mas tinha decidido fazer um creme de abóbora assada e até já tinha os legumes a assar. 
Lembrei-me então de preparar estes legumes de forma a que toda a gente os comesse. Lembrei-me de os picar e cozinha-los numa bolonhesa. As crianças têm muito a mania de não querer legumes, não gostam dizem eles, eu também era assim (os brócolos e as couves de bruxelas eram os meus maiores ódios mesmo sem os experimentar) e então resolvi preparar-vos uma sugestão para "enganarem" os vossos miúdos. Quem é que não gosta de lasanha, empadão, canelones ou apenas esparguete à bolonhesa? Se prepararmos da forma que vos mostro hoje podemos tornar estes pratos mais saudáveis. E podem fazer com outros legumes, eu usei brócolos e cenoura, mas podem optar por couve-flor, beringelas, courgete, enfim o que tiverem em casa e o que a vossa imaginação ditar.
Para além da vertente saudável esta receita é também óptima para congelar em doses e terem sempre pronto no vosso congelador.



Ingredientes:
- 400gr de carne de frango picada
- sal e pimenta q.b.
- 1 folha de louro
- 1 cenoura
- 300gr de brócolos
- 2 cebolas 
- 2 dentes de alho
- 1 raminho de salsa
- 3 tomates pelados picados
- azeite q.b.
- 200ml de caldo (eu usei caseiro, podem usar água)


Preparação:
Para picar os legumes usei um daqueles picadores de varinha mágica, pequeno mas muito prático.
Então comecem por descascar e picar as cebolas e os alhos. Coloquem a "pasta" num tacho, adicione um fio de azeite e leve ao lume a estalar. 
Eu descasquei e cortei a cenoura em pedaços pequeninos, mas se os seus filhos também não gostarem de cenoura, piquem-na no mesmo picador onde picaram a cebola. Adicionem a cenoura ao tacho, bem como a folha de louro e o tomate picado.
Deixem cozinhar um pouco e adicionem a carne de frango, deixem-na fritar mas sem parar de mexer para ajudar a soltar a carne e envolver nos sabores. Adicionem um pouco de caldo para ajudar a cozinhar melhor.
No mesmo picador que usaram anteriormente coloquem os brócolos e processem até ficar uma espécie de areia grossa. Junte-os ao tacho.
Temperem com sal e pimenta (se usarem caldo lembrem-se que já está temperado por isso rectifiquem, provem). 
Deixem cozinhar o tempo necessário para a carne ficar bem cozinhada e os sabores desenvolvidos, se necessário acrescentem um pouco de água ou caldo. 
Quando estiver cozido, rectifiquem os temperos e terminem adicionando salsa picada.

Com esta receita podem fazer o que quiserem. Podem dividir por caixas herméticas e congelar. Depois podem utilizar numa lasanha, num empadão, folhados, etc.