Santo António já se acabou, o São Pedro está-se a acabar, São João, São João, São João dá cá um balão para eu brincar....
E hoje é vespera de São João, dia de festa não só no Porto mas também aqui, na minha bela cidade de Vila do Conde. Sim, é verdade que eu sou natural de Barcelos, que também é uma cidade muito bonita, mas tenho Vila do Conde no coração. 
Então, como estava a dizer, hoje é dia de festa. Vamos lá para o bailarico que a noite é de alegria. Mas não podia ir sem vos trazer uma receitinha maravilhosa para o fim de semana, um delicioso gelado com caramelo salgado e chocolate. Espero que gostem.
Bom fim de semana e divirtam-se!

Ingredientes:
Para o gelado:
- 400ml de natas
- 4 colheres de sopa de açúcar
- sumo de meio limão

Para o caramelo salgado: 
- 200ml de natas
- 150g de açúcar
- 2 colheres de sopa de manteiga
- flor de sal q.b.
- 100gr de chocolate com 70% de cacau
- bolachas torradas (usei rectangulares)
- café forte q.b.


Preparação:
Comece por preparar o caramelo salgado para ter tempo de arrefecer.
Leve um tacho ao lume com o açúcar e, sem mexer, deixe que este se transforme num caramelo. Junte cuidadosamente as natas e depois a manteiga e deixe formar um molho espesso. Tempere depois com um pouco de flor de sal a gosto (usei cerca de uma colher de chá). Reserve.
Prepare um café bem forte para molhar as bolachas e derreta o chocolate no microondas, com cuidado para não queimar.

Coloque as natas na taça do batedor e comece a bater. Adicione o sumo de limão e o açúcar, colher a colher. Bata até obter um chantilly bem cremoso. 

Para ser mais fácil desenformar, forre uma forma de bolo inglês com película aderente. Coloque no fundo metade do chantilly. Cubra com uma camada de bolachas embebidas em café e por cima coloque o chocolate derretido.
Cubra depois com o caramelo salgado (se achar que é muito molho, use só metade e guarde o resto no frigorifico). Coloque mais uma camada de bolacha embebida em café e termine com o resto do chantilly. 

Cubra a forma com película aderente e leve ao congelador durante umas horas, mas o ideal é ser de um dia para o outro.
Retire o gelado do congelador uns minutos antes de servir. Livre-se da película aderente e coloque num prato de servir.
Bom apetite. 


Temos aproveitado o bom tempo para jantar no terraço. E os petiscos são, grande parte das vezes, a eleição para o nosso jantar. Gosto de preparar vários pratinhos diferentes e de estarmos a 'picar' enquanto colocamos a conversa em dia e aproveitamos o bom tempo. 
Neste dia preparei uma tortilha que já partilhei com vocês e estes camarões grelhados. Fiz também um simples paté de atum e uma bela salada (nunca falta!). 
E vocês, costumam fazer este tipo de jantares? 


Ingredientes:
Camarão:
- 1kg de camarão tamanho 20/30 
- 4 dentes de alho
- sal q.b.
- 1 malagueta fresca
- sumo de 1 limão

Maionese de alho e salsa:
- 1 ovo
- 100ml de azeite virgem extra
- sal e pimenta q.b.
- algumas gotas de sumo de limão
- 1 colher de chá de mostarda
- 1 dente de alho
- salsa picada a gosto


Preparação:
Descongele o camarão.
Tire-lhe a cabeça e a casca mas deixe ficar o rabo. Não se esqueça de tirar a tripa, com a ajuda da ponta da faca. 
Lave-os, seque-os bem com papel absorvente e coloque numa taça. 
Tempere com sal, os alhos descascados e laminados, a malagueta laminada e o sumo de limão. Reserve e deixe marinar pelo menos 30 minutos. 
Aqueça um grelhador e pincele-o com um pouco de azeite. Cozinhe os camarões até estarem rosados de ambos os lados.

Entretanto prepare a maionese.
No copo da varinha mágica coloque o ovo, o sumo de limão, a mostarda, o dente de alho ralado e metade do azeite. Com a varinha mágica bata até ficar homogéneo. Tempere com sal e pimenta e adicione o restante azeite em fio e sempre a bater até ficar com a consistência desejada.
Não se esqueça de rectificar os temperos.
Pique a salsa e envolva na maionese.

Sirva os camarões grelhados acompanhados pela maionese de alho e salsa.
Bom apetite.



Aos poucos o conhecido Trésor passará a ser chamado pelo nome que é conhecido internacionalmente - KRAVE! O produto fantástico de sempre, com um nome global.

Crocantes e selvagens almofadas recheadas de irresistível chocolate. Super estaladiços por fora, com suave e cremoso chocolate por dentro. 
KRAVE da Kellogg´s é uma raça de cereais completamente diferente, irreverente e original!!! Não os deixe escapar!

Tive o prazer de receber estes cereais para experimentar. 


Temos então o Krave- Choco Roulette é uma combinação de 4 sabores, o Krave White Choco, almofadas recheadas com chocolate branco e o Krave Choco Nut , almofadas recheadas com creme de avelã.
O meu favorito é o Krave Choco Nut, mas eu adorooooooo a combinação chocolate e avelãs. Depois fiz um teste com crianças da família e quase todos preferiram o Roulette por ter vários sabores misturados. 

Quero agradecer à Kellogg's e à Jerónimo Martins pelos produtos enviados. Fizeram as nossas delícias.

Para ficarem a saber mais sobre estes e outros produtos, visitem:
Hummmm é quarta feira, ainda não estamos no fim de semana mas está um solinho fantástico e a mim apetece-me um bolo fresco com pêssego. O que vos parece?
Sendo assim, esta é a receita ideal. É muito fácil de fazer e fica uma maravilha. Acreditem que cá em casa desapareceu num ápice. 
Podem fazer com pêssego natural, em calda, também podem fazer com nectarinas ou até ameixas. Experimentem e depois venham cá dizer-me se não é um bolo muito bom.


Ingredientes:
- 50gr de manteiga
- 125gr + 50gr de açúcar
- 1 lata de pêssego em calda
- 2 ovos
- 200ml de buttermilk (se não tiverem façam assim, adicionem umas gostas de sumo de limão a 200ml de leite e deixem acoalhar antes de usar)
- 200gr de farinha de trigo
- 1 colher de chá de fermento em pó
- 75ml de óleo
- 1 colher de chá de extrato de baunilha
- 1 pitada de sal

Preparação:
Se não tiver buttermilk, pois é algo muito complicado de encontrar por cá, façam como eu. Adicionem algumas gotas de limão a 200ml de leite e deixe acoalhar.
Ligue o forno a 180ºC para aquecer.

Agora sim, começamos a nossa receita. Leve ao lume uma frigideira com 50gr de açúcar e deixe caramelizar. Assim que começar a ganhar cor adicione a manteiga. Retire o pêssego da calda e escorra bem. Assim que a manteiga derreter, adicione o pêssego à frigideira e deixe caramelizar um pouco. 
Podem cozer o vosso bolo na frigideira, como uma Tarte Tatin, mas eu optei por o fazer numa forma de bolo sem buraco. Então retirei o pêssego do lume e com muito cuidado retirei-o da frigideira e fui dispondo no fundo da forma. Regue com o caramelo. Tenha muito cuidado nesta parte, o caramelo é perigoso, está muito quente, por isso cautela.

Agora faça a massa.
Peneire a farinha e o fermento para uma tigela. Adicione o açúcar e uma pitada de sal.
À parte bata os ovos. Adicione o buttermilk, o óleo e o extrato de baunilha. 
Abra um buraco no meio dos ingredientes secos e adicione os líquidos. Envolva tudo muito bem até ficar com uma massa homogénea. 

Antes de verter a massa para a forma, eu pincelei toda a lateral da forma com manteiga, para ter a certeza que não havia o perigo desta colar.
Verta o preparado por cima dos pêssegos e leve ao forno a cozer. Demorou cerca de 30 minutos.
No final retire do forno e desenforme, de forma a ficar com o pêssego caramelizado para cima.
Se gostar, polvilhe com amêndoa palitada torrada.
Quem me segue sabe o quanto eu dispenso a chuva. Sou honesta, não gosto. Sei que faz falta, que é essencial mas eu detesto. Só que tudo tem um mas e eu vejo-me neste momento a olhar o céu e a pedir chuva. Fazia tanta falta e seria uma preciosa ajuda aos nossos bombeiros que lutam dia e noite contra estes malditos incêndios... Espero que a situação comece a melhorar. 

Para a receita de hoje trago-vos uma deliciosa tagine de frango, azeitonas e limão que ficou uma maravilha.


Ingredientes: 
- 1 frango em pedaços
- 2 cebolas
- 2 dentes de alho
- 10 azeitonas verdes sem caroço
- 1 colher de chá de garam masala
- 1 malagueta fresca
- 1 colher de café de cominhos em pó
- 250ml de caldo de carne
- 1 limão
- azeite q.b.
- 1 raminho de coentros


Preparação:
Numa taça coloque o frango partido em pedaços e tempere-o com o garam masala, a malagueta cortada em tirinhas (eu retirei as sementes), os cominhos e a raspa do limão. Deixe marinar pelo menos 30 minutos.

Aqueça um tacho com um fio de azeite e sele o frango. Retire-o e a esse tacho adicione a cebola picada.
Quando a cebola tiver amolecido, adicione os alhos picados. 
Junte o frango selado, as azeitonas, o caldo de carne e o sumo do limão.
Tape o tacho e deixe cozinhar por 40 minutos, ou até o frango estar macio e o molho reduzido.
Rectifique os temperos. Eu não adicionei nenhum sal porque o meu caldo era caseiro e estava temperado. Se usarem caldo de compra tenham cuidado porque este tem um alto nível de sódio. 
Sirvam a vossa tagine polvilhada de coentro, acompanhada por couscous e gomos de limão.
Bom apetite. 
Confesso-vos que hoje a vontade de escrever no blogue era muito pouca. Tudo o que tem acontecido nos últimos dias ao nosso país, ao nosso povo, deixou-me completamente abatida. Não conhecia nenhuma das vítimas, mas isso não impede de me sentir triste. 
É difícil abrir os jornais, ligar a televisão e ver a catástrofe que se abateu sobre o nosso país. Desejo muita força aos familiares de todas as vítimas, a todos aqueles que de uma maneira ou de outra estão a sofrer com estes terríveis incêndios e desejo muita força aos bombeiros deste país, eles são uns verdadeiros HERÓIS. 

Deixo-vos com uma receita perfeita para as refeições da semana. Espero que gostem.


Ingredientes:
- 1 lombinho de porco
- sal q.b.
- pimenta q.b.
- 1 colher de chá de paprika
- 1 colher de café de coentros em pó
- azeite q.b.
- 1 cebola
- 100ml de caldo de carne
- 100ml de Vinho do Porto
- 100ml de natas
- 6 cogumelos castanhos
- salsa picada a gosto

Preparação:
Limpe o lombinho de porco e dê um corta a meio para o abrir como um livro.
Tempere com sal, pimenta, a paprika e os coentros em pó. Massaje bem a carne.
Aqueça uma frigideira com um fio de azeite e cozinhe o lombinho.

Descasque e pique a cebola. Limpe os cogumelos e corte-os.
Quando a carne estiver no ponto, coloque num prato e cubra com papel de alumínio. Deixe repousar.
Adicione a cebola picada à frigideira e os cogumelos laminados. Quando a cebola amolecer adicione o Vinho do Porto, as natas e o caldo de carne. 
Deixe o molho cozer e reduzir. Rectifique os temperos. 

Fatie o lombinho de porco e regue com o molho.
Sirva polvilhado com salsa picada e acompanhe com batatinhas a murro.
Bom apetite. 

O nosso país vive um dos momentos mais tristes de que há memória e, sinceramente não há muitas palavras para descrever tudo o que se tem vistos nos últimos dias. Mas chegou a hora de mostrarmos o povo solidário que somos, está na altura de nos unirmos e ajudarmos quem nesta hora tanto precisa.

A Sra. Ministra da Administração Interna, bem como algumas corporações dos bombeiros, alertaram que neste momento não necessitam de mais água e/ou alimentos. Felizmente que a ajuda tem sido muita e os quartéis estão com um grande stock. Mas podemos e devemos ajudar de outras formas.

Algumas corporações dos bombeiros estão a solicitar artigos como ligaduras, compressas e soro fisiológico. Continua a fazer falta produtos de higiene pessoal para todos os deslocador.

Temos também à disposição de todos uma conta solidária da CGD
CONTA SOLIDÁRIA CAIXA
IBAN: PT50 0035 0001 00100000 330 42

A RTP e a SIC criaram linhas telefónicas de apoio às vítimas dos incêndios
RTP - 760 200 600 
SIC - 760 100 100

Nota: Cada chamada custa 0,60€+IVA. Ontem a informação era que, dos 0,60€, 0,10€ seriam para as despesas da operadora e 0,50€ revertiam a favor das vítimas. Hoje, a informação é que os 0,60€ revertem inteiramente para a causa. 

A Cáritas Diocesana de Coimbra está também a apelar à ajuda de todos nós para fazer chegar às vítimas dos incêndios alguns bens necessários. 
Quem quiser ajudar, podem fazer a entrega dos artigos em qualquer umas das 20 Cáritas espalhadas pelo país (vejam aqui).



Mais uma sugestão de ementa semanal.

Segunda: Lascas De Bacalhau Com Broa

Bolo para a semana: Bolo De Noz
Nota: Começamos as nossas refeições sempre com sopa e acompanhamos (quase sempre) com salada.

Este época do ano é maravilhosa. A quantidade de frutas e legumes diferentes, que se tornam um verdadeiro regalo aos olhos e ao paladar. Numa ida ao mercado municipal, trouxe para casa um saco de nectarinas que eram uma verdadeira delícia e, juntamente com a farinha de amêndoa e uma massa folhada a precisar de ser consumida, foram o mote para esta tarte. 
Com o fim de semana à porta, esta é uma sobremesa que podem preparar e que tanto pode ser comida em casa como ser transportada no cesto para um pic-nic. Aproveitem o bom tempo!
Bom fim de semana.


Ingredientes:
- 1 placa de massa folhada
- 2 nectarinas
- 150gr de farinha de amêndoa
- 150gr de farinha de trigo
- 3 ovos
- 1 colher de chá de fermento em pó
- 175gr de manteiga
- 175gr de açúcar



Preparação:
Ligue o forno a 180ºC.
Unte a forma com um pouco de manteiga e forre-a com a massa folhada. Cubra a massa com papel vegetal e por cima coloque feijão seco ou arroz para fazer peso. Leve ao forno durante 20 minutos.

Entretanto prepare o recheio.
Numa taça coloque os ovos e o açúcar e bata. Adicione a manteiga amolecida, a farinha de trigo, a farinha de amêndoa e o fermento. Envolva tudo muito bem. 

Lave as nectarinas, abra-as e retire o caroço. Corte em fatias.
Retire a base do forno. Coloque o preparado do recheio e por cima disponha as nectarinas.

Coloque a tarte no forno e até o recheio estar cozido (demorou cerca de 30 minutos).
Sirva polvilhada com açúcar em pó.
Bom apetite.



Mais um dia 15 o que por aqui significa dia de Desafio 5 Ingredientes, 5 Euros. Como se devem lembrar, todos os meses desafio um blogger diferente para partilhar connosco uma receita para este desafio. 
Este mês convidei a Carla do blogue O Meu Tempero. um blogue que adoro e sigo regular-me e onde muitas vezes me vou inspirar. Adoro a forma como a Carla escreve e as suas deliciosas receitas, é de facto um blogue com o qual me identifico bastante.

Entretanto relembro-vos mais uma vez as regras do desafio que são muito simples. O objectivo é preparar receitas, sejam doces ou salgadas, entradas, pratos principais, sobremesas, ou snacks com no máximo 5 ingredientes e 5 euros e assim mostrar-vos que é possível comer bem, de forma saudável e sem gastar nenhuma fortuna.
Existe então uma lista de ingredientes básicos, que todos temos na despensa e que ajuda a tornar possível estas receitas.


Ingredientes básicos: sal, pimenta, azeite, farinha e açúcar.


Este mês trago-vos um dos nossos pratos favoritos Fettuccine à Carbonara com uma pequena alteração, adicionei cogumelos a esta receita. O meu molho para a carbonara não leva natas, pois foi assim que comi quando viajamos por Itália. Quando perguntávamos aos italianos se a carbonara levava natas, eles quase que consideravam um crime! E explicaram-nos que a tradicional levava apenas ovos. 
Mas passemos então à receita.

Ingredientes: (para 4 pessoas)
- 400gr de fettuccine (0,55€)
- 150gr de bacon (1,50€)
- 3 ovos (0,33€)
- 100gr de queijo Grana Panado ralado (1,40€)
- 6 cogumelos brancos (0,88€)
- pimenta q.b. (ingrediente básico)
- sal q.b. (ingrediente básico)
- azeite q.b. (ingrediente básico)
Total: 4,66€

Nota: Para os preços usei o site do Continente.



Preparação:
Coza a massa em água a ferver, temperada com sal e um fio de azeite. Veja na embalagem quantos minutos deve cozer para ficar al dente.
Parta o bacon em tiras finas. Eu retirei a parte da pele e a parte do fundo, por causa do excessivo sabor a fumo. Limpe e lamine os cogumelos.

Com uma frigideira sem gordura, cozinhei o bacon até ficar tostadinho. Retire o bacon e aproveite a gordura do mesmo para saltear os cogumelos. 
Depois de cozinhado, misture os cogumelos ao bacon e reserve.

Assim que a massa estiver cozida, escorra-a e reserve duas colheres da água da sua cozedura.

Misture a massa cozida com o bacon e os cogumelos salteados. À parte bata os ovos e junte a água que reservou da cozedura da massa para diluir um pouco. Tempere com sal e pimenta. Junte também metade do queijo e regue a massa com este molho. Misture bem.
Sirva polvilhado com o restante queijo ralado.


A Carla aceitou logo o meu desafio, o que me deixou muito feliz e lá foi ela às compras com 5 euros no bolso. Sei que é de facto um desafio criar uma receita para 4 pessoas nos dias que correm, com estas regras. Mas a Carla foi mais longe, conseguiu trazer-nos um prato bem tradicional, uma refeição completa, sem exceder o valor e o número de ingredientes. Então n'O Meu Tempero está à vossa espera a receita de Carapaus fritos com arroz de tomate e pimentos assados. Um verdadeiro regalo.


É um prazer ver o resultado desta rubrica e eu espero sinceramente que vos esteja a inspirar para ir até à cozinha. Ainda acham impossível comer bem com pouco dinheiro? Com este desafio temos provado que é possível sim!

Agora espero que vão todos a correr ao blogue da Carla para espreitarem esta e outras delícias (são tantas coisas boas que por lá irão encontrar). Quero também agradecer à Carla por ter aceite o meu desafio e espero que tenhas gostado. Para mim é um enorme prazer ter-te como minha convidada :)