Pasta de caril vermelho

Sexta feira estava a arrumar o meu frigorífico e a preparar-me para as compras de sábado, quando me lembrei que tinha comprado um pimento vermelho para fazer pasta de caril. Estava o pimento esquecido no frigorífico e a estragar-se. Decidi, imediatamente, pôr mãos à obra e preparar a pasta para congelar e usar mais tarde. Eu gosto muito de ter pasta de caril pronta a cozinhar e para ter a certeza que não se estraga, opto por congelar. 
Assim fiz, preparei uma pasta que dividi por duas caixinhas e congelei. Dividi porque só somos dois e metade da receita é mais do que suficiente. Mais tarde será fácil e rápido preparar um delicioso caril. Vamos à receita? 


Ingredientes:
- 1 pimento vermelho
- 1 molho de coentros frescos
- 2 colher de chá de açafrão 
- 1 colher de sopa de mistura de caril em pó 
- 1 colher de chá de sementes de coentros
- 2 malagueta fresca (retirei as sementes)
- 4 dentes de alho
- gengibre fresco (um pedaço com +\- 2cm)


Preparação:
A pasta de caril é muito fácil de fazer. Use um processador de alimentos ou um pequeno picador. Se não tiver, utilize um copo alto e a varinha mágica.
Lave o pimento, retire todas as sementes e corte em pedaços, coloque no picador. Adicione os coentros frescos, o açafrão, o pó de caril e as sementes de coentros.
Descasque os alhos, retire o meio e coloque no picador. Descasque o gengibre, corte em pedaços e adicione.
Eu tolero pouco o picante, por isso retiro as sementes à malagueta, se for como eu faça o mesmo, se gostar de picante adicione-as mesmo assim. 
Coloque então tudo no picador e pique até obter umas pasta. É assim, muito simples.
Está pronto a usar ou a congelar. Pode também guardar no frigorífico mas tem de usar em poucos dias.
Congele em caixinhas ou até em cuvetes de gelo.