Entrecosto guisado com ervilhas


Estou neste momento sentada na minha cozinha a escrever-vos este artigo e juro-vos que me sinto de rastos. Tive um dia absolutamente para esquecer, mesmo, mesmo muito duro. Quando o ano começou a única coisa que desejei foi que este ano fosse melhor do que 2016, não pedi muito, não estipulei objectivos, nem metas, nem coisa nenhuma. Apenas desejei que fosse um ano melhor e mais calmo. Quase dois meses se passaram e neste momento desejava que 2016 voltasse. 
Hoje de manha fui com a minha mãe e avó ao hospital Santo António, no Porto. A minha avó tinha uma consulta de rotina mas acabamos por ter de ir com ela para as urgências do mesmo hospital. Vocês já não se devem lembrar, mas já aqui vos contei que ela está com uma anemia muito grave, leva transfusões de sangue a cada duas semanas e está, de facto, muito em baixo. Hoje o médico quando lhe viu as tensões encaminhou-a imediatamente para as urgências. Desta forma cheguei agora a casa, a minha mãe ainda teve de ir para Barcelos e a minha avó ficou no hospital. Estamos à espera do telefonema do médico que ficou com o processo para saber se amanha vem embora ou se fica internada, seja como for amanha voltamos ao hospital. Têm sido tempos duros, muito complicados. A minha avó está muito fraca fisicamente e a minha mãe está esgotada. Enfim, estou a lamentar-me mas sinceramente, este blogue é pessoal e uma forma de eu desabafar. Era exactamente o que precisava, desabafar com alguém.
Bem, depois teste "testamento" que mais parece o muro das lamentações, não vos podia deixar sem receita. Vamos a isso?


Ingredientes:
- 1 entrecosto em pedaços
- 1/2 chouriço de carne
- 2 cebolas
- 2 dentes de alho
- 200ml de vinho branco
- 4 colheres de sopa de polpa de tomate
- azeite q.b.
- 2 chávenas de ervilhas congeladas
- 1 colher de chá de massa de pimentão
- sal q.b.
- piri piri seco q.b.
- 1 folha de louro
- 1 raminho de salsa


Preparação:
Tempere os pedaços de entrecosto com sal e a massa de pimentão.
Descasque as cebolas e corte-as em meias luas. Descasque e pique os alhos.
Leve ao lume um tacho com um fio de azeite, as cebolas, os alhos picados e a folha de louro. Deixe refogar mas sem ganhar cor.
Junte o chouriço cortado às rodelas e deixe cozinhar um pouco.
Adicione o entrecosto, envolva bem e deixe cozinhar um pouco.
Acrescente a polpa de tomate e refresque com o vinho branco. Tempere com um pouco de piri piri seco, coloque um raminho de salsa, deixe ferver e cozinhar um pouco.
Junte as ervilhas e, se necessário, um pouco de água.
Deixe cozinhar uns 20 minutos, ou até o entrecosto estar macio e as ervilhas cozinhadas.
Rectifique os temperos.
Pode servir polvilhado com salsa picada.
Bom apetite.



7 comentários:

  1. Querida Cláudia, desejo sinceramente que a tua avó recupere e que tudo corra pelo melhor. No ano passado também tivemos algumas batalhas com a minha avó, infelizmente acabámos por perder a guerra. Digo isto não para te desanimar mas para dizer que enquanto há vida há esperança e que, apesar do cansaço e do desânimo, vale a pena lutar. Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  2. Adoro ervilhas e por isso adorei esta tua sugestão. Quanto à tua avó desejo as melhoras, espero que ela se recupere e que ainda vivam bons momentos juntas. Beijinhos e força.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  3. Há momentos mais delicados, mas enquanto houver por onde não devemos perder a esperança. Espero que recupere o mais rápido possível.

    A receita essa é bem ao gosto aqui de casa! Beijinhos

    Ana
    http://acasinhadasbolachas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. A nossa saúde e a dos nossos é mesmo o mais importante e quando alguma coisa não corre pelo melhor tudo na vida se ressente. É mais que legítimo que te sintas assim. Desejo as melhoras da avó e que tudo corra pelo melhor. Essa travessa está mesmo com bom aspecto, eu já me servia. Adoro essa comidinha, só tenho mesmo pena de não poder usar ervilhas cá em casa. Acho que dá cor e sabor aos pratos. Beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Desabafa sempre que quiseres, sabes que deste lado estamos cá para 'te ouvir'! Mesmo que seja sobre dias maus. Tenho muita pena que o estado de saúde da tua avó não tenha melhorado :/ Espero que entretanto já esteja em casa a sentir-se melhor! E força para todos.
    Gostei do pratinho que trouxeste neste post, parece ser muito reconfortante!

    ResponderEliminar