Pavlova da Nigela… ou será minha?


Se há programas que gosto de ver, são os programas de culinária, adoro mesmo. Henrique Sá Pessoa, José Avillez, Niglea, Jamie Oliver, entre outros. Adoro, adoro, adoro. Com eles aprendo imenso.
Num dos programas da Nigela ela confeccionou uma pavlova, de forma simples e rápida. Apontei a receita mas nunca mais me lembrei dela. Até este verão, que ao desfolhar o caderno de receitas encontro um pequeno pedaço de papel com a receita. Resolvi experimentar e ficamos todos fãs. A parte de fora crocante e o interior esponjoso. Ai que delicia!!!

Pavlova
10072011633
Ingredientes:
- 4 claras de ovo
- 16 colheres de sopa de açúcar
- 1 colher de chá de vinagre de vinho branco
- 1 colher de sopa de Maisena
- 1 colher de chá de essência de baunilha
- 200ml de natas frescas
- 2 colheres de sopa de açúcar em pó
- doce de ovos q.b.
10072011634
Preparação:
Bata as claras em castelo, de forma a não ficarem demasiado presas mas com picos suaves. Adicione açúcar e bata mais um pouco.
Junte o vinagre, a Maizena e a baunilha e envolva com muito cuidado.
Para levar a pavlova ao forno eu fiz da seguinte forma. Forrei um tabuleiro com papel vegetal e com o auxilio de um prato raso desenhei um círculo no papel. Coloquei a pavlova dentro desse circulo e dei-lhe um formato redondo com a espátula.
Pré-aqueci o forno a 180º e quando a coloquei no forno baixei para 150º, deixei ficar durante 30 minutos, sem nunca abrir o forno para não correr o risco de estragar tudo. No final dos 30 minutos desliguei o forno mas deixei a pavlova dentro do mesmo e só a retire quando já estava fria.
Retirei a pavlova e com muito cuidado coloquei-a num prato.
Bati as natas com açúcar a gosto até formar chantilly. Coloquei o chantilly por cima da pavlova e para terminar tinha um pouco de doce de ovos e resolvi decorar com o doce. Podem usar fruta fresca que fica igualmente delicioso.

Bom apetite. Espero que gostem. Cá por casa foi um sucesso.