Carne de vaca estufada na slow cooker


Há muito tempo que eu queria uma slow cooker. Felizmente, há uns dois meses, encontrei no Lidl estas panelas a um preço incrível (cerca de 15€) e nem pensei duas vezes, trouxe uma comigo para casa. Desde aí que a tenho usado bastante e até caldo de frango já fiz nela. 
As slow cookers são muito comuns nos EUA e por lá fazem tudo nelas, até chocolate quente. Eu não chego a tanto mas tenho dado muito uso à minha. 
Tinha na lista de experiências a fazer, estufar um pedaço de carne de vaca, daquelas partes menos nobres e que necessitam de tempo para ficar boa. E é isso que vos trago hoje, uma carne estufada deliciosa, ficou de comer e chorar por mais e a dica de, se tiverem uma panela destas, aproveitem para fazer estes cozinhados em quantidade e congelar. O que sobrou desta carne de vaca foi, mais tarde, transformado num delicioso chili (brevemente no blogue). 


Ingredientes:
- 1kg de carne de vaca (usei da aba da costela, usem um corte menos nobre pois fica melhor)
- sal e pimenta q.b.
- 2 folhas de louro
- 1 alho francês grande
- 2 cenouras grandes
- malagueta seca q.b.
- 2 colheres de sopa de concentrado de tomate
- 1 chávena de ervilhas congeladas


Preparação:
Descasque as cenouras e corte-as em rodelas. Prepare o alho francês, também cortando em rodelas e lavando muito bem.
Coloque os legumes na slow cooker e, por cima dos mesmo, disponha a carne.
Tempere com sal, pimenta e alguns flocos de malagueta seca (se gostar). Acrescente as folhas de louro e o concentrado de tomate. Envolva bem e não adicione qualquer líquido, não é necessário.
Tape a slow cooker e ligue em low, pode também cozinhar em high, mas eu prefiro em low. Sendo que necessitará de umas 8 horas na função mais lenta e umas 4 na mais rápida. 

Passado as 8 horas a minha carne estava pronta, suculenta, a desfazer-se. Metada da carne desfiei apenas com o auxilio de dois garfos e a outra metade cortei em pedaços para servir. 

Para o molho o que fiz foi retirar todos os legumes e os sucos que se formaram na slow cooker, transferi tudo para o copo da varinha mágica, descartando as folhas de louro. Triturei até ficar bem passadinho. Depois, levei um tacho ao lume com metade deste molho (a outra metade foi para a carne que desfiei e congelei posteriormente), as ervilhas e um pouco de água (a água é a gosto, se achar o molho demasiado espesso coloque um pouco, foi o que eu fiz). Deixei que o molho ferver e as ervilhas cozinharem. No final só rectifiquei os temperos e servi a carne com o molho e umas batatinhas 'fritas' no forno.
Bom apetite.

2 comentários:

  1. Olá vim aqui espreitar, então tens igual á minha porq tb a comprei no ldl. Tiveste mais sorte porq a minha foi um bocadinho mais cara. Sim já lá fiz muita coisa mas tens que ter atenção se fores buscar receitas anglosaxónicas. As delas tenho a impressão que são um bocadinho mais fortes. Não tenho nenhuma receita no blog porq como é pouco conhecia por aqui achei que não valia a pena publicar. Gosto particularmente dos pratos mais incorpados. Fica óptimo com aquela carne de cozer mais barata que se desfia. Já lá fiz um brownie tb ficou muito bom.
    bjos
    Ana

    ResponderEliminar
  2. Ando muito curiosa com estes slow cookers porque aqui no Canadá onde moro é uma coisa que se usa muito mas a mim faz-me confusão aquilo ficar ligado muitas horas... sei que é mesmo para cozeduras a baixas temperaturas e as carnes devem ficar tenrinhas. Mas será que vale mesmo a pena?? o que acham?

    ResponderEliminar