Petit Gateau de Chocolate com Morangos

Sabem aqueles dias em que a desilusão é muita, estamos tristes, deprimidos e até nos sentimos sozinhos mesmo quando estamos rodeados de imensa gente? Esta semana tive um dia desses.
Tento sorrir sempre e dar graças por tudo o que tenho, mas vocês sabem, quantas vezes sorrimos, dizemos que tudo está bem, mas por dentro temos o nosso coração tão apertadinho que até parece que nem conseguimos respirar. É exactamente assim que me sinto desde há uns bons meses para para cá. E esta semana uma pequenina coisa despoletou em mim toda a dor acumulada. 
Agora já estou melhor (não se preocupem), já passou e estou um pouco mais aliviada, limpei a alma. 
E para ajudar a me recompor, enquanto preparava o jantar, fiz estes deliciosos bolinhos para a nossa sobremesa. Partilhei a foto no Instagram e algumas pessoas pediram a receita, por isso cá está ela (julgo que já andava pelo blogue, mas não custa voltar a partilhar).
Experimentem, vão ver que é fácil de fazer e é uma tentação.


Ingredientes (para dois bolinhos):
- 2 ovos 
- 200gr de chocolate negro com pelo menos 50% de cacau
- 2 colheres de sopa de açúcar mascavado
- uma pitada de sal
- 2 colheres de sopa de manteiga + um pouco para os ramekins
- 2 colheres de sopa de farinha de trigo
- açúcar para os ramekins

Preparação:
Comece por ligar o forno nos 200ºC. Este ponto é importante, ligue o forno logo no início.
Parta o chocolate, adicione a manteiga e derreta ambos. Pode fazê-lo no microondas ou em banho maria. Quando estiver derretido e com um creme homogéneo, adicione uma pitada de sal e envolva.

À parte, bata os ovos com o açúcar até começar a fazer espuma. Adicione a farinha peneira e envolva bem. Por último junte o chocolate derretido e volte a envolver.
Prepare os ramekins. Unte com manteiga e polvilhe com açúcar. 
Divida a massa pelos dois ramekins e está pronto a colocar no forno.

O forno deve estar quente, à temperatura de 200ºC.
Coloco os ramekins no forno e deixo cozer exactamente 11 minutos. Passado esse tempo espeto um palito nas beiras dos bolinhos e no centro. A ideia é as paredes laterais do petit gateau estarem cozidas e por isso o palito sair seco. O interior deve estar húmido e por isso o palito sai com massa. 
O bolo necessita de estrutura, ou seja, as laterais têm de estar bem cozidas para aguentarem o interior mal cozido. Quando isto não acontece o bolo desfaz-se. Se acharem que necessita de um pouco mais de forno deixem mais um minuto, sempre de olho para não cozer demais.
Para desenformar o melhor é virar o bolinho para o prato no qual vai servir.

O segredo passa também, por conhecerem bem o vosso forno. No meu, 200ºC, forno quente, 11 minutos é suficiente e fica bem ao nosso gosto, com o interior cremoso.
Se não correr bem à primeira não desanimem e continuem a experimentar, aprendendo sempre com a tentativa anterior.

A minha versão favorita deste delicioso bolo é com morangos, tal e qual como na foto. Hummmmmm
Bom apetite.

3 comentários:

  1. Como eu te compreendo. Em dias assim só uma sobremesa dessas nos salva! beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Chocolate ajuda mesmo!!!
    Adorei a sugestão.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar