Planeamento De Refeições - Parte IV

Voltamos aos artigos sobre planeamento das refeições. Foram alguns os pedidos dos leitores e, por isso, cá estou eu com mais dicas para vos ajudar (assim espero).

Sábado de manha, já com os legumes e frutas em casa, fui para a cozinha e comecei por lavar e preparar legumes. Lavei a alface, sequei-a muito bem e guardei numa caixa hermética, sempre pronta para fazer uma salada em poucos minutos.
Lavei tomates cereja, sequei-os e guardei também numa caixa.
Cortei a couve roxa numa juliana fina e guardei. As saladas ficaram assim adiantadas, depois é só juntar pepino, croutons e/ou pedaços de nozes, cubinhos de queijo feta, enfim o que nos apetecer no momento.

Foto de algumas das coisas que preparei, antes de guardar tudo no frigorífico
Liguei o jarro eléctrico para ferver água e enquanto isso, preparei os legumes para a sopa. Fiz uma base de creme de legumes com cenoura, inhame, couve flor, alho francês, uma cebola, 2 dentes de alho e um raminho de salsa (para quem não sabe, a salsa ajuda a fortalecer o sistema imunológico do nosso organismo por isso, eu coloco sempre um raminho de salsa na sopa). Sopa ao lume, temperada com um pouco de sal e, quase no final da cozedura, um fio de azeite. Passei a varinha e dividi em duas partes. Uma foi logo para uma caixa hermética e à outra parte, adicionei espinafres. Levei novamente ao lume, uns minutos para os espinafres cozerem e coloquei também numa caixa (esta sopa congelei).

Preparei um tacho com cebola cortada em meias luas, alho picado e louro. Levei ao lume para preparar umas costeletas com cerveja (ver receita aqui). Enquanto as costeletas cozinhavam, preparei o puré de legumes para o acompanhamento. Arranjei meia couve flor juntamente com duas batatas doces e cozi ao vapor. 
Temperei ainda uma tira de entrecosto com sal, pimenta, dentes de alho esmagados, folha de louro e vinho branco. Guardei no frigorífico. 

Quando a couve flor e a batata doce ficaram cozidas, retirei do lume e esmaguei até virar puré. Temperei com um pouco de pimenta branca e noz moscada. Juntei uma noz de manteiga e envolvi tudo. Estava pronto o acompanhamento das costeletas com cerveja. 

Aqueci um tacho com azeite onde selei alguns pedaços de frango do campo. Acrescentei cebola, ervas aromáticas, cenoura em pedaços, sal, pimenta e reguei com vinho tinto. Deixei cozinhar lentamente. 

Temperei uns filetes de pescada com sal, pimenta, alhos picados e bastante sumo de limão. Coloquei no frigorífico, bem acondicionado. Gosto de os temperar com antecedência e deixar marinar de um dia para o outro.

Lavei uvas e cortei melão em pedaços, que depois guardei em caixinhas no frigorífico. Limpei cogumelos e guardei-os de igual forma. 

Quando o frango ficou cozido, coloquei-o numa caixa hermética e guardei no frigorífico. Na hora de aquecer, volto a rectificar os temperos e acrescento alguns cogumelos laminados.

Cozi uma cabeça de pescada com uma cebola, uma cenoura, folha de louro, salsa, sal e pimenta a gosto. Depois de cozida, coei o caldo e guardei em frasco, deixei a pescada arrefecer, retirei toda a pele e espinhas e guardei numa caixa. O peixe irá servir para fazer uma massada. 

Lavei um molho de salsa que depois escorri bem e ainda cozi uma dúzias de ovos de codorniz, ficam óptimos numa salada.

Julgo que não me esqueço de vos contar nada. Há fruta no frigorífico para toda a semana. A bebida de eleição é quase sempre água, mas por vezes preparo limonadas ou um ice tea caseiro, ou até esta bebida de ananás e manga

Espero que vos seja útil e prometo que vou tentar fazer este tipo de artigos com mais regularidade.
Já agora aproveito para vos perguntar como é que se organizam (se é que o fazem). Deixem as vossas dicas na caixa de comentários. Tenho a certeza que serão muito úteis a todos.

0 comentários:

Enviar um comentário