Bolachas de chocolate

A minha família tem vivido tempos bastante complicados. Em Fevereiro passado vimos desaparecer um ente muito querido, um tio-avô que era muito mais do que isso, foi um aperto no peito. Apesar de estar muito doente ninguém está preparado para a perda. Passado poucas semanas descobrimos que um outro tio-avô, irmão desse que tinha acabado de falecer, estava em fase terminal de um cancro nos pulmões. Descobriu assim, quando já nada havia a fazer. Faleceu ontem e nosso mundo voltou a desabar...
Sinto duas dores neste momento e não consigo saber qual me dói mais. Dói-me muito pelo tio perdido, pelo desaparecimento dele, de forma tão rápida que não houve tempo para nada. No outro lado da balança tenho a dor pelo meu avô. Vejo-o a ir-se abaixo de dia para dia, a perder as forças. Não me interpretem mal, é lógico que perder uma pessoa é horrível, mas é o meu avô e eu temo muito por ele. Só peço que ele tenha forças para ultrapassar tudo isto e se mantenha junto de nós durante, muitos e muitos anos.


Ingredientes:
- 2 claras de ovo
- 65gr de chocolate em pó
- 100gr de pepitas de chocolate (eu usei uma tablete de chocolate com 50% de cacau e parti em pedaços pequenos)
- 180gr de açúcar
- uma pitada de canela a gosto
- uma pitada de sal


Preparação:
Ligue o forno nos 180ºC para aquecer.
Numa taça coloque os ingredientes secos: açúcar, chocolate em pó, canela e sal.
Adicione as claras de ovo e misture tudo sem bater. Por último misture as pepitas de chocolate ou o chocolate partido em pedaços.
Disponha colheradas de massa num tabuleiro forrado com papel vegetal. Deixe 3cm de distância entre elas e leve ao forno durante 10 minutos. Quando estiverem cozidas, retire do forno e deixe arrefecer pelo menos 10 minutos. Estas bolachas quentes são muito frágeis e podem partir-se.
Repita o processo até terminar a massa.



12 comentários:

  1. Os meus sentimentos e muita força e coragem,....
    Estas bolachas ficaram fantásticas!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
  2. Nunca se está preparado para uma perda. È algo que sabemos que mais tarde ou mais cedo acontecerá mas que é sempre difícil de aceitar. O que importa é darmos o devido valor, carinho e amor às pessoas que ainda estão entre nós e fazê-las saber o quanto as amamos.
    Quanto às bolachas....uma perdição! Lindas e gulosas!
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. É triste sim... a perda é das piores sensações que alguém pode ter...
    Quanto às bolachas, ficaram maravilhosas.
    Beijinho
    http://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. As bolachas ficaram perfeitas!!
    Beijinhos
    Vânia
    http://colherdepausaltoalto.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Os meus sentimentos e muita força.
    As bolachinhas estão fantásticas.
    Bjinhos

    http://bimbysaboresdavida.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Felizmente ainda tenho a maior parte dos avós vivos e confesso que também me dá esse medo como descreve, pois sei que já não são novos. É preciso coragem e fé, é o que lhe desejo. Quanto às bolachinhas, parecem-me mesmo bem, todas morenas :-) Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  7. Muita força! Estas bolachas estão muito gulosas :)
    Beijinhos ...
    Guloso qb

    ResponderEliminar
  8. As perdas dos entes queridos são das dores mais fortes que podemos sentir. Força, querida. Adorei as bolachas! Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Infelizmente nunca estamos preparados para uma perda!
    Um beijinho grande e muita força!
    Quanto às bolachas estão com um aspecto delicioso!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  10. Ainda que seja a lei da vida, nunca estamos preparados apra perder entes queridos...
    Bolachinhas maravilhosas.
    Um beijinho,
    Lia

    ResponderEliminar
  11. É uma situação realmente horrível e desesperante, ninguém está preparado para perder os que lhe são próximos... O que podemos fazer é tratar bem e passar tempo de qualidade com as pessoas, de forma a depois não termos arrependimentos. E fazê-lo distribuindo essas bolachas com carinho, por exemplo, é uma ótima opção :)

    ResponderEliminar