Folhados à Marroquina


Começamos a semana com uma daquelas receitas de aproveitamentos. Já sabem que por aqui guardam-se as sobras, costumo orientar-me pelo seguinte ditado: "sobras de hoje, empadão de amanhã". Mas nem tudo acaba em empadão, aliás quase nenhumas das sobras têm esse fim. 
Desta vez tinha uma caixa no congelador com sobras de borrego assado no forno. Eu adoro borrego, mas comê-lo uma vez basta-me, ou seja, não consigo comer borrego aquecido. Então optei por o desfiar e congelar com um bocadinho do molho do assado. Estava na altura de o usar e, uma embalagem de massa filó no frigorífico trouxe-me a inspiração necessária. 


Ingredientes: 
- 4 folhas quadradas de massa filó
- sobras de borrego (deviam ser umas 300gr)
- 100gr de couscous 
- azeite q.b.
- sementes de cominhos q.b.
- 2 dentes de alho
- manteiga q.b.

Preparação:
Comece por preparar o couscous como indica a embalagem. Coloque 100gr numa tigela e cubra com água a ferver. Tape com película aderente e reserve.
Entretanto ligue o forno para ir aquecendo a 180C. 
Leve uma frigideira ao lume com um fio de azeite e algumas sementes de cominhos, cerca de meia colher de chá. Se não tiver sementes de cominhos, depois tempere o preparado com um pouco de cominhos em pó. 
Adicione os alhos esmagado se deixe cozinhar um pouco. Numa picadora ou processador de alimentos, pique o borrego. Adicione-o depois à frigideira e deixe saltear. 
Por fim, junte o couscous à frigideira, envolva bem e desligue.
Estenda as folhas de massa filó. Eu tinha quatro folhas quadradas e cortei cada folha em duas ficando com oito folhas retangulares. Coloque um pouco de recheio em cada folha e enrole. Para fechar, pincele a massa com manteiga derretida. 
Disponha os folhadinhos num tabuleiro forrado com papel vegetal e pincele cada um com manteiga derretida.
Leve ao forno até estarem douradinhos.
Bom apetite.
Espero que gostem e não se esqueçam aproveitem as sobras para fazer pratos deliciosos.


4 comentários:

  1. E são ótimas para levar na marmita! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. O quê??? Ainda ninguém comentou esta delícia?! A minha relação com o borrego é como a tua!!! Uma vez chega!!! O que significa que da próxima (longínqua porque não devo comer carnes vermelhas...) as sobras entrarão numas deliciosas trouxinhas!
    Obrigada pela receita. Também dá com frango e eu adoro temperos exóticos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tão simpática Teresinha :)
      Muito obrigada pelas suas palavras.
      Beijinhos
      Cláudia

      Eliminar